Home Futebol Mauro Cezar cita clube brasileiro que “vai sobrar” na Libertadores

Mauro Cezar cita clube brasileiro que “vai sobrar” na Libertadores

Jornalista pontua experiência do Palmeiras como diferencial na fase de grupos

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles
Mauro Cezar Pereira, jornalista da Jovem Pan

Mauro Cezar analisa Palmeiras na Copa Libertadores da América. Foto: Reprodução

Duas vezes campeão da Copa Libertadores da América com Abel Ferreira no comando, o Palmeiras se prepara para tentar se tornar o primeiro clube brasileiro com quatro títulos na história da competição. Mauro Cezar Pereira, em opinião no Bate-Pronto, da Jovem Pan, disse que grupo não é dos mais fáceis, mas citou a experiência da equipe como fator crucial.

PUBLICIDADE

“O Palmeiras pegou uma chave um pouco mais ‘encardida’, mas pela força e regularidade deve passar em primeiro”, definiu o jornalista.

Depois do sorteio da Conmebol, o Verdão conheceu seus adversários no Grupo F: Independiente Del Valle (Equador), San Lorenzo (Argentina) e Liverpool (Uruguai).

PUBLICIDADE

“Del Valle e San Lorenzo devem brigar pela outra vaga. Se o Palmeiras não fosse um time tão competitivo, ele ia brigar com esses dois. Mas acho que o Palmeiras vai sobrar, consegue passar”, garantiu Mauro Cezar.

De forma geral, o futebol brasileiro entra forte na Libertadores 2024. De 2019 para cá, apenas clubes do país verde e amarelo venceram a competição: Flamengo (2019 e 2022), Palmeiras (2020 e 2021) e Fluminense (2023).

Neste ano, sete times representam o Brasil: Atlético-MG, Botafogo, Flamengo, Fluminense, Grêmio, Palmeiras e São Paulo. Muitos apontam apenas o River Plate como grande ameaça aos clubes brasileiros na Libertadores.

Neto liga o nome de Gabigol ao Palmeiras

PUBLICIDADE

“O Corinthians lá atrás não teve o direcionamento correto, deveria ter pensado, planejado a contratação do Gabigol. Agora a diretoria voltou a pensar nisso, mas sem alarde, sem nenhum atrito com o empresário”, destacou o apresentador de “Os Donos da Bola”.

“Só que tem o Palmeiras na parada. Se ele vem pro Palmeiras faz 50 gols”, pontuou.

Gabigol tem contrato com o Flamengo apenas até dezembro deste ano e ainda não é possível saber os próximos passos da carreira do camisa 10 revelado pelo Santos. Ele se tornou reserva absoluto com Tite e ainda não conseguiu voltar aos melhores dias em campo.