Home Futebol Veja o que esperar dos confrontos do Grêmio na fase de grupos da Libertadores

Veja o que esperar dos confrontos do Grêmio na fase de grupos da Libertadores

Tricolor Gaúcho conheceu seus adversários na primeira fase da competição continental em sorteio realizado ontem (18)

Marco Maciel
Sou jornalista, formado pela PUCRS em 2007. Trabalhei na web rádio Voz do Futebol. Também fui redator e assessor de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade). Edito o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004. No canal do YouTube do portal (@sambariosite), entrevistamos mais de uma centena de personalidades do samba e do carnaval nos tempos da pandemia. Entrei no time do Torcedores.com em maio de 2022 e escrevo para o site NasPistas.com desde maio de 2023.
Jogadores do Grêmio

Grêmio volta a disputar a fase de grupos da Libertadores (LUCAS UEBEL/GREMIO FBPA)

A fase de grupos da Libertadores está definida. Em sorteio nesta segunda-feira (18) na sede da Conmebol em Luque, no Paraguai, o Grêmio caiu no Grupo C. O Tricolor de Renato Gaúcho será o cabeça-de-chave e terá pela frente Estudiantes-ARG, The Strongest-BOL e Huachipato-CHI.

PUBLICIDADE

Do trio, o Imortal nunca enfrentou a equipe boliviana, mas terá que jogar numa altitude de 3.640 metros em La Paz, na estreia em 3 de abril fora de casa. Os demais representarão reencontros na Libertadores com equipes que, de certa forma, fazem parte da história do Grêmio.

Grêmio teve histórica Batalha de La Plata em 1983

O Estudiantes foi o duro adversário de um dos mais emblemáticos confrontos de todos os tempos do tricolor. Pelas semifinais da competição continental na conquista de 1983, o Grêmio encarou a inesquecível Batalha de La Plata.

PUBLICIDADE

Pelo triangular que valia vaga para a decisão, o time gremista encontrou um ambiente hostil no Estádio Jorge Luis Hirschi, em La Plata. Os torcedores do Estudiantes pressionaram com uma série de ameaças e intimidações, além de arremessarem objetos no campo.

O time argentino teria quatro jogadores expulsos e Renato Gaúcho provocaria os torcedores do Estudiantes após marcar o terceiro gol. Mesmo com o Grêmio vencendo por 3 a 1, o Tricolor de Valdir Espinosa cederia o empate no fim, por conta do clima de guerra estabelecido na Argentina. O resultado seria suficiente para o Imortal disputar a decisão, vencida contra o Peñarol.

O último encontro aconteceu pelas oitavas de final de 2018. O Grêmio se classificou nos pênaltis após devolver na Arena o placar de 2 a 1 sofrido na Argentina. No retrospecto, de acordo com o site Gremiopedia, o Tricolor tem seis vitórias em 13 partidas contra o Estudiantes, além de quatro empates e três derrotas.

Atualmente, a equipe de La Plata é a terceira colocada do Grupo B do Campeonato Argentino. O Estudiantes perdeu a Supercopa para o River Plate na semana passada e tem, entre os nomes mais conhecidos, Enzo Pérez (ex-River) e José Sosa (ex-Milan).

PUBLICIDADE

Huachipato impôs primeira derrota na Arena

O Grêmio recém havia inaugurado sua Arena, em amistoso com o Hamburgo vencido pelo Tricolor por 2 a 1 no fim de 2012. No terceiro jogo da história do novo estádio e o segundo oficial, o Imortal treinado por Vanderlei Luxemburgo recebeu o Huachipato.

Pela primeira rodada da fase de grupos da Libertadores, o Grêmio foi surpreendido pela equipe chilena, perdendo por 2 a 1. Hernán Barcos marcaria de pênalti seu primeiro gol com a camisa tricolor. O tento da vitória do Huachipato foi anotado pelo uruguaio Braian Rodríguez, que atuaria na Arena do Grêmio em 2015.

Foi a primeira derrota gremista na Arena. Anteriormente, além do triunfo sobre o Hamburgo, o Grêmio venceria a LDU por 1 a 0, levando nos pênaltis a vaga na fase preliminar da Libertadores.

No compromisso contra o Huachipato no Chile em 2013, o empate em 1 a 1 ficaria marcado por uma confusão no fim do jogo. Na ocasião, jogadores e integrantes da comissão técnica da equipe adversária tentaram agredir Vanderlei Luxemburgo, que caiu no gramado durante o confronto. Atual campeão nacional, o Huachipato é o 10º colocado no Campeonato Chileno em 2024.