Home Futebol Em ‘despedida’ do Botafogo, interino lamenta ‘dia péssimo’ em estreia na Libertadores

Em ‘despedida’ do Botafogo, interino lamenta ‘dia péssimo’ em estreia na Libertadores

Glorioso perdeu para o Junior Barranquilla no Nílton Santos em sua estreia na fase de grupos da competição sul-americana

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo
Fábio Matias pelo Botafogo

Fábio Matias durante a estreia do Botafogo na fase de grupos da Libertadores. (Créditos: Vítor Silva/Botafogo)

A estreia do Botafogo na fase de grupos da Libertadores foi com derrota para o Junior nesta quarta-feira (3) no Nilton Santos, pelo placar de 3 a 1. O jogo também marcou a despedida de Fábio Matias do cargo de treinador interino alvinegro.

PUBLICIDADE

A derrota encerrou uma sequência de resultados positivos do time carioca sob o comando de Matias, que cederá o seu lugar nos próximos dias para Artur Jorge assumir o Glorioso.

A avaliação do agora ex-treinador botafoguense foi de que a partida contra os colombianos foi um ‘dia péssimo’ para seus comandados.

PUBLICIDADE

“Foi um dia ruim, um dia péssimo. Concordo que a intensidade e agressividade que a gente vinha tendo nos últimos jogos não tivemos hoje. Contra o Red Bull (Bragantino), competimos muito, mesmo com o jogador a menos”, lamentou Fábio Matias sobre a derrota do Botafogo na Libertadores.

“Temos ainda mais jogos a fazer. Perdemos esse primeiro, e a gente tem condição de reverter isso”, disse o interino botafoguense.

Com presença de John Textor, que tem sido protagonista de novas polêmicas sobre acusações de supostas manipulação de resultados no futebol brasileiro e que depôs na polícia nesta quarta-feira (3), a partida também viu perguntas sobre o impacto do extracampo e das controvérsias do principal dirigente do Botafogo na imprensa. Fábio Matias tratou de descartar qualquer influência disto no resultado.

“Dentro do processo diário, estava tudo controlado. Os atletas interpretaram isso e entenderam da melhor forma. Até o presente momento, as escolhas, todas as determinações, tudo foi ajustado em relação à equipe, à ideia e ao modelo, parte da minha liderança”, declarou o treinador do Glorioso.

PUBLICIDADE

“Então, se aconteceu hoje a derrota, a responsabilidade maior é de quem está na frente do comando no momento, que é minha. Então, não vejo essas relações externas prejudicando a questão do trabalho”, completou Matias.