Home Futebol Muller ignora Veiga e crava melhor ‘camisa 10’ do futebol brasileiro hoje

Muller ignora Veiga e crava melhor ‘camisa 10’ do futebol brasileiro hoje

Comentarista da TV Gazeta é direto e elege o camisa 10 de maior destaque atualmente no Brasil

Eder Bahúte
Jornalista diplomado. Apaixonado por radiojornalismo e esportes em geral. Especialista em nada, mas dá pitaco em tudo. Leitura de biografias, games e séries. Contato: [email protected]
Muller

Comentarista discursa durante programa da Gazeta - Reprodução/YouTube

Atacante dos mais respeitados da história do futebol brasileiro, Muller jogou ao lado de exímios camisas 10 ao longo da sua brilhante carreira. Ainda que não seja da posição, o ídolo do SPFC é referência quando envolve meio-campista celebrais que chamam a atenção pela técnica apurada. Durante o programa Mesa Redonda, da TV Gazeta, elegeu aquele que está na frente dos demais.

PUBLICIDADE

Ainda que seja um admirador de Raphael Veiga, do Palmeiras, o comantarista mencionou Arrascaeta, do Flamengo, como top-1 no Brasil. Entretanto, nenhum deles brilhou no empate em 0 a 0 no duelo válido pela 3ª rodada do Brasileirão Série A.

“O 0 a 0 foi fruto da partida que tecnicamente foi muito ruim, fraca. É claro que são as duas equipes favoritas ao título, todo mundo sabe disso, mas quando os principais jogadores não estão bem…Raphael Veiga pelo lado do Palmeiras, e o Arrascaeta que pra mim é o melhor jogador do país na posição, aí o jogo fica prejudicado. Dentro de campo não teve futebol”, avaliou Muller.

PUBLICIDADE

De fato, pela expectativa criada antes da bola rolar, Palmeiras e Flamengo ficaram devendo e muito. Não faltou disposição, entrega, mas plasticamente o confronto ficou muito abaixo do esperado. Chances cristalinas de gol foram bem poucas.

Depois de um primeiro sem grandes emoções, os times decidiram arriscar um pouco mais na segunda etapa e foram criadas oportunidades de gol, mas nada se comparado ao que ambos poderiam mostrar. Faltou precisão nas conclusões para tirar o jogo do zero.

Citado por Muller, Raphael Veiga pode ganhar descanso no Palmeiras

Em entrevista coletiva após empate entre Palmeiras e Flamengo, o técnico Abel Ferreira afirmou que alguns jogadores estão com “bateria fraca” e necessitam de um descanso por conta da sequência de jogos. Um deles é Raphael Veiga, que tem sido alvo de críticas pelas últimas atuações apagadas.

“A culpa é minha, porque eu já deveria ter tirado ele há uns dois ou três jogos. Nós sabemos o que o Veiga pode nos dar coisas e decidir jogos. E o problema é o treinador que sempre o escala, mas ele precisa descansar”, justifica.

PUBLICIDADE

“Eu tenho o Veiga e estamos à procura de achar um substituto à altura. O adversário tem Arrascaeta e De La Cruz. Muitas vezes vocês reclamam da fase dos jogadores, mas deixa eu falar que eles não aguentam, estão cansados”, concluiu o treinador.