Home Futebol Neto aponta dois maiores goleiros da história do Brasil 

Neto aponta dois maiores goleiros da história do Brasil 

Ex-jogador elencou dois nomes históricos que passaram pela seleção brasileira e não deixou de apontar nomes que também merecem reconhecimento

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Neto, ex-jogador

Neto comanda o programa "Os Donos da Bola" na Band SP (Reprodução - YouTube)

Notabilizado por ter opiniões fortes e francas na televisão brasileira, o apresentador Neto disse nesta sexta-feira (19), no programa “Os Donos da Bola“, que considera Taffarel e Zetti como os dois maiores goleiros que o Brasil já teve na história.

PUBLICIDADE

Ao falar sobre Zetti, ídolo do SPFC, que marcou época na década de 1980 e 1990, Neto citou Taffarel como o melhor de todos os tempos, seguido justamente do outro experiente nome.

“O Zetti foi bicampeão da Libertadores e bicampeão do mundo, grande Zetti. Pra mim foi um dos maiores goleiro que eu já vi jogar. Pra mim, o Zetti só perde para o Taffarel”, iniciou Neto, citando outros nomes que vêm atrás da dupla histórica.

PUBLICIDADE

“Ganha do Ronaldo, do Velloso, do Dida. O que o Zetti foi de goleiro tecnicamente falando, vocês não sabem o goleiro que o São Paulo tinha”, complementou o ex-jogador.

Elogiado por Neto, Zetti atualmente é coordenador da escola de goleiro do SPFC, depois de ter tido uma passagem na ESPN como comentarista esportivo, enquanto Taffarel retornou aos trabalhos na seleção brasileira, depois de dois ciclos de Copas, e aceitou um convite do atual técnico, Dorival Júnior, para retornar à função importantíssima de bastidores.

Neto exaltou Taffarel recentemente após decisão da CBF

Em fevereiro deste ano, após a CBF acertar o retorno de Taffarel à comissão técnica da seleção brasileira, Neto teceu diversos comentários positivos ao goleiro do tetra.

“Parabéns ao Dorival Júnior de ter colocado o Taffarel na comissão técnica para ser o preparador de goleiros. O Taffarel além de ser um monstro de ídolo, de treinador de goleiros, é um monstro como pessoa. É meu amigo há 40 anos”, disse o ex-jogador na oportunidade.

PUBLICIDADE