Home Futebol Neto não pipoca e crava campeão da Libertadores: “Com pé nas costas”

Neto não pipoca e crava campeão da Libertadores: “Com pé nas costas”

Ex-jogador foi enfático no palpite acerca do torneio continental; representante brasileiro levou dois títulos nas últimas cinco edições

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Neto, ex-jogador

Neto se expressa em comentário no "Os Donos da Bola" (Reprodução - YouTube)

A Libertadores 2024 chegou apenas na sua primeira metade da fase de grupos, mas para o apresentador Neto, a atual edição já tem um dono: o Palmeiras. No programa “Os Donos da Bola” desta quinta-feira (25), ele exaltou a exibição do time palestrino frente ao Independiente del Valle e disse que o time de Abel Ferreira vai sobrar no torneio.

PUBLICIDADE

Em busca do tetra inédito para o futebol brasileiro na Libertadores, o Verdão lidera o Grupo F com sete pontos, e arrancou uma remontada de 3 a 2, após sair perdendo de 2 a 0, na altitude do Equador. Ao exaltar o potencial de Abel Ferreira, Neto deu o seu palpite sobre o que acontecerá na competição continental.

“O cara que mais ganha, o cara mais preparado para assumir uma seleção brasileira, mais preparado para ser campeão de tudo, e vai ganhar a Libertadores com o pé nas costas”, iniciou Neto.

PUBLICIDADE

“Lá não tem trairagem, não tem vagabundo, não tem ladrão. Não tem contusões. Os caras são bons. No Corinthians, não, todo mundo tem um ego enorme. Vocês Corinthians não são mais o rival do Palmeiras, o rival do Palmeiras é o Flamengo, nem o SPFC. Vocês têm que bater palma para esse cara”, complementou o ex-jogador.

Neto vê Palmeiras protagonista no futebol mundial

Ainda nos elogios ao time palestrino, Neto disse ver o clube em condições para se tornar uma potência na escala global, ficando atrás somente do Manchester City de Pep Guardiola.

“O Palmeiras está pronto para ser o segundo maior time do mundo. O Manchester City é o primeiro, e perdeu para o Real Madrid na Champions. O Palmeiras é o maior clube que a gente tem no futebol brasileiro”, avaliou o apresentador.