Home Futebol Zinho crava time que deve sobrar na Libertadores: “Vai brigar”

Zinho crava time que deve sobrar na Libertadores: “Vai brigar”

Ex-jogador ainda prospectou outro representante brasileiro indo longe no torneio continental, que será iniciado nesta terça-feira (02)

Cido Vieira
Jornalista graduado no Centro Universitário Uninter. Trabalho no Torcedores.com desde 2017, desempenhando a função de redator. Sou setorista do futebol pernambucano em rádios locais e um verdadeiro apaixonado pelo esporte bretão.
Zinho, ex-jogador da seleção brasileira

Zinho durante programação da ESPN (Reprodução - YouTube)

A caminhada pela “Glória Eterna” vai começar. Logo mais a partir das 19h (de Brasília), será iniciada a fase de grupos da Libertadores. Campeão duas vezes nas cinco edições do torneio, o Flamengo foi apontado por Zinho como um time que vai fazer uma boa campanha nesta etapa, sendo franco candidato a terminar com o melhor rendimento geral, após seis rodadas.

PUBLICIDADE

No programa “ESPN FC” desta segunda-feira (01), o ex-jogador foi enfático ao cravar soberania do rubro-negro dentro do Grupo E, que é composto por Bolívar, Palestino e Millonarios, adversário de estreia da equipe brasileira, nesta terça-feira (02), em Bogotá, na Colômbia.

“Pra mim o Flamengo é favoritaço. O Flamengo é favorito para ter a melhor pontuação na fase de grupos. Vai brigar com o Palmeiras. Essas coisas de estar envolvidos em final de campeonato, pode impactar. Eu concordo com o Pascoal, já resolveu contra o Nova Iguaçu”, sinalizou o Zinho.

PUBLICIDADE

“Eu acho que o Flamengo vence o Millonarios pelo placar de 2 a 0”, palpitou o tetracampeão.

Exaltado por Zinho, Fla caiu nas oitavas em 2023

A última edição de Libertadores não traz boas recordações para o time da Gávea, que à época vivenciava problemas no comando técnico e conflito nos bastidores. Depois de terminar em segundo dentro de sua chave, com 11 pontos faturados em 18 possíveis, o Flamengo sucumbiu logo na primeira etapa do mata-mata, contra o Olimpia, que mais tarde viria a ser adversário do arquirrival Fluminense, o campeão do torneio em 2023.

Com a “casa organizada” por Tite, o rubro-negro vislumbra com um melhor rendimento em 2024. Campeão do torneio pelo Corinthians em 2012, o treinador volta a disputar a Libertadores depois de um longo hiato, onde esteve no comando técnico da seleção brasileira. Seu último jogo foi na temporada 2016.