Home Futebol Abel Ferreira, do Palmeiras, é processado por clube do Catar; entenda

Abel Ferreira, do Palmeiras, é processado por clube do Catar; entenda

Al Saad alega que o português descumpriu um pré-contrato firmado no final de 2023

Paulo Foles
Paulo Foles atua como redator do Torcedores.com desde 2018. Neste período, cobriu grandes eventos esportivos, incluindo a Copa do Mundo e Olimpíadas. Com passagem em "Futebol na Veia", "Esporte News Mundo", "The Playoffs" e outros, tem como foco o futebol brasileiro e internacional, além de experiências com NBA e NFL.
Abel Ferreira no Palmeiras

Abel Ferreira em jogo do Palmeiras no Paulistão. Foto: Ronaldo Barreto/Ag. Paulistão

Abel Ferreira, treinador do Palmeiras, foi processado pelo Al Saad por descumprir um pré-acordo assinado em outubro de 2023. O clube do Catar alega que o português não seguiu com o compromisso firmado para assumir a equipe em dezembro do ano passado, segundo informações iniciais do repórter Rodrigo Fragoso, da TNT Sports.

PUBLICIDADE

Sendo assim, o Al Sadd acionou a Fifa contra o comandante e deseja receber cinco milhões de euros (perto de R$ 28 milhões na cotação atual) pela quebra de acordo. As negociações entre Abel e o clube estrangeiro teria começado em outubro de 2023 e finalizado com um pré-contrato em novembro, um mês depois.

O português, no entanto, permaneceu no Palmeiras e renovou o vínculo até o fim de 2025. Ainda de acordo com a fonte, Abel já foi notificado pela principal entidade do futebol e age por meio de advogados. O caso, que está em estágio inicial, deve ser longo nos próximos meses. Inclusive, o clube da Barra Funda já tomou conhecimento do processo e pode ser penalizado dependendo do julgamento.

PUBLICIDADE

Com 10 títulos conquistados, incluindo duas vezes a Copa Libertadores da América e Brasileirão Série A, Abel está no Verdão desde o fim de 2020, quando foi contratado para substituir Vanderlei Luxemburgo no comando da equipe. O time Alviverde vive uma das eras mais vencedoras de sua história nos últimos tempos.

Abel manda recado no Palmeiras

“Digam o que disser, vamos continuar competitivos. Há notícias que vem para nos desestabilizar, já que alguns não conseguem fazer isso dentro de campo”, disparou ele.

“Tentam desestabilizar de outras maneiras e os meus jogadores tem que saber disso. Há coisas que falam que são pura mentira. Nós internamente temos que abrir o jogo, perceber quando o treinador erra, quando o jogador não está em boa forma”, destacou o português do Palmeiras.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial