Home Tênis Bia Haddad joga bem, mas perde no WTA 1000 de Roma

Bia Haddad joga bem, mas perde no WTA 1000 de Roma

Brasileira veio avançada na chave e chegou nas quartas de final do torneio em 2023; derrota foi em sets diretos

Carlos Lemes Jr
Olá! Sou Carlos Lemes Jr e sou Jornalista formado, desde 2012, e no Torcedores, desde 2015. Matérias exclusivas pelo site publicadas nos portais IG, MSN e UOL. Escrevo sobre: futebol, mídia esportiva, tênis e basquete. Acredito que o esporte seja uma ótima ferramenta de inclusão, pois, sou cadeirante. Então, creio que uma das minhas "missões" aqui no Torcedores seja cobrir esporte paralímpico. Hobbies: ler, escrever e escutar música.
Bia Haddad perde no WTA 1000 de Roma

Bia Haddad teve jogo de altos e baixos (Paul Kane/Getty Images)

Bia Haddad está fora do Masters 1000 de Roma de tênis. Brasileira perdeu para Madison Keys por 2 sets a 1, parciais de 4/6, 6/4 e 3/6 em 2h30 de partida. O jogo foi válido pela terceira rodada do torneio no saibro italiano. Em 2023, a brasileira chegou nas quartas de final dessa mesma disputa. Agora, se seguir seu calendário, Bia joga o WTA 500 de Estrasburgo, última parada, antes dela disputar Roland Garros.

PUBLICIDADE

O jogo de Bia Haddad

Bia começou quebrando o saque de Keys em saltou em 3/0, mas bastante oscilante em quadra, ela viu a adversária empatar em 3/3. Para se ter uma ideia do equilíbrio da parcial, a brasileira teve eficiência de exatos 68,9% em seu primeiro serviço contra 70,4% da norte-americana. Mas Haddad Maia foi mais pressionada em seu saque tanto que salvou, nada menos, que seis breaks. Mesmo assim, Madison devolveu a quebra no 4/3 para não perder mais a dianteira, até o fim.

No segundo set, Bia Haddad viu uma adversária mais instável do outro lado da quadra para abrir 5/2. Um número que ajuda a explicar essa vantagem são os quase 91% de aproveitamento de Bia trabalhando com o primeiro saque. Nem a quebra de serviço, a deixou desestabilizada, a ponto dela fechar o set no saque de Keys e ganhando de zero o game.

PUBLICIDADE

Na decisiva parcial, as duas jogadoras começaram com duas quebras, cada uma, até Medison Keys, se estabilizar com seu jogo e saltar a frente em 4/2 e quebrar, mais uma vez, o saque da brasileira e selar a vitória.

Brasileira poderia dar salto no ranking

Caso continuasse no WTA 1000 de Roma, Bia Haddad poderia se estabelecer na 11ª posição do ranking e encurtar, ainda mais, sua diferença para o top 10. Lembrando que ela defende os pontos da semifinal de Roland Garros 2023 na próxima edição do Grand Slam francês.