Home Mercado da Bola Corinthians tentará manter Wesley e Bidon até o fim de 2024; entenda

Corinthians tentará manter Wesley e Bidon até o fim de 2024; entenda

Formados nas categorias de base do Timão, o atacante e meia-atacante devem permanecer até o fim de 2024

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Breno Bidon e Wesley

Breno Bidon e Wesley nas categorias de base do Corinthians (Foto: Rodrigo Gazzanel/Agência Corinthians)

Recentemente, António Oliveira deu mais espaço para os jogadores formados nas categorias de base no Corinthians. Os principais destaques são para Wesley, que já estufou as redes em três ocasiões, e Breno Bidon, meia-atacante que marcou na Copa do Brasil contra o América em Natal. Segundo informações do programa Os Donos da Bola, as crias não devem ser negociadas nesta temporada.

PUBLICIDADE

Corinthians busca manter destaques da base

Em programa Os Donos da Bola, Neto elogiou que a diretoria de Augusto Melo se propôs ficar com Wesley e Breno Bidon até o final de 2024, destacando que, se fosse a gestão de Duílio Monteiro Alves, provavelmente já teriam sido negociados. O apresentador relembrou que o atacante já recebeu propostas da Premier League.

Neto explicou: “O Augusto falou para mim que não vai vender (…) e nem o Breno Bidon. Que, por sinal, só o Wesley teve três propostas, o Breno Bidon nenhuma”. O apresentador relembrou que atletas da base do Palmeiras são negociados por valores milionários, apontando a proposta recebida do Chelsea por Estêvão por R$ 300 milhões. O ex-jogador criticou as gestões anteriores que negociaram bons atletas formados nas categorias de base por valores inferiores.

PUBLICIDADE

Até o momento, Wesley tem recebido minutos com frequência no esquema tático de António Oliveira e já estufou as redes em três ocasiões. Sendo dois gols na última rodada do Brasileirão contra o Fluminense. Por outro lado, Breno Bidon tem sido acionado no segundo tempo com boas atuações, o meia marcou pela primeira vez no profissional contra o América pela Copa do Brasil.

A ideia do presidente Augusto Melo é segurar ambos os atletas para conseguir valores mais altos no final da temporada. Desta forma, busca que se valorizem e ganhem minutos de experiência para atrair os holofotes por valores mais interessantes para o Corinthians.