Home Futebol Diego Ribas elege o melhor entre Jorge Jesus e Abel Ferreira

Diego Ribas elege o melhor entre Jorge Jesus e Abel Ferreira

Ex-jogador trabalhou com Mister em 2019 em temporada histórica defendendo as cores rubro-negras e enfrentou comandante do Verdão

Cido Vieira
Cido Vieira é um jornalista graduado no Centro Universitário Uninter que trabalha como redator no Torcedores.com desde 2017, com cobertura focada em futebol brasileiro e mídia esportiva. Acumula dentro de sua trajetória na profissão experiência na área radiofônica, sendo setorista de clubes pernambucanos, cobrindo Brasileirão e Copa do Nordeste.
Diego Ribas, ex-jogador

Diego Ribas durante entrevista ao podcast "Charla" (Reprodução - YouTube)

Depois de entrevistar Fred, do Desimpedidos, para o seu podcast, o “10 e Faixa”, o comentarista Diego Ribas viu os papeis serem invertidos, e participou de uma dinâmica com o influenciador, respondendo perguntas de bate pronto.

PUBLICIDADE

Em um dos questionamentos, o ex-meia foi desafiado a cravar quem é melhor no duelo de técnicos portugueses: Jorge Jesus ou Abel Ferreira. E a resposta foi enfática a favor do “Mister”.

Tendo sido comandado pelo atual técnico do Al-Hilal, em temporada histórica pelo Flamengo no ano de 2019, Diego Ribas disse admirar Abel, mas destacou a superioridade de Jesus.

PUBLICIDADE

“Eu sou até suspeito de falar do Jorge Jesus. Eu amo aquele cara. O Abel, eu sou fã dele, mas claro, o Jorge Jesus pra mim está na frente”, pontuou o ex-jogador.

Em pouco mais de um ano à frente do Flamengo, Jorge Jesus conquistou cinco títulos, com destaque para a Libertadores e Brasileirão, taças levantadas em um intervalo de poucas horas. O Mister deixou o rubro-negro no início de 2020, depois de ter renovado contrato e rescindido diante de investida do Benfica, seu antigo clube antes de desembarcar na Gávea. Desde então, a “sombra” do treinador impactou outro profissionais que assumiram a função no clube.

Diego Ribas aponta meia “injustiçado”

Em outra pergunta feita por Fred, Diego Ribas foi desafiado a apontar um jogador que era craque dentro de campo, mas que não recebia o devido valor da mídia, e a resposta foi Mesut Ozil, que se aposentou recentemente de forma precoce, aos 35 anos.

Na visão de Diego, no auge, o meio-campista alemão conseguia encontrar passes “inimagináveis” quando os dois eram companheiros de time no Werder Bremen. Ainda sobre o time germânico, o brasileiro disse ter vivenciado a melhor fase na carreira defendendo as cores alviverdes.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial