Home Futebol Galvão Bueno não pipoca e sinaliza melhor técnico do futebol brasileiro hoje

Galvão Bueno não pipoca e sinaliza melhor técnico do futebol brasileiro hoje

Narrador elege top-3 dos melhores treinadores atualmente no Brasil e que poderiam ter assumido a seleção logo após a saída de Tite

Eder Bahúte
Jornalista diplomado. Apaixonado por radiojornalismo e esportes em geral. Especialista em nada, mas dá pitaco em tudo. Leitura de biografias, games e séries. Contato: [email protected]
Galvão Bueno

Narrador discursa em seu canal no YouTube - Reprodução

Convidado desta semana no podcast “Casão Pod Tudo“, no YouTube, Galvão Bueno ratificou a sua preferência por Carlo Ancelotti como a melhor alternativa para o comando da seleção brasileira. Desde a saída de Tite, o prestigiado narrador da Globo tinha o italiano como seu ‘plano A’. No cenário nacional, o profissional tinha três nomes entre os mais bem preparados para a função.

PUBLICIDADE

Walter Casagrande, por exemplo, sempre foi favorável a Abel Ferreira como substituto de Tite. Em suas colunas no UOL Esporte, o comentarista por muitas vezes declarou que o técnico do Palmeiras tinha todas as credenciais para assumir o desafio.

Da mesma forma enxerga Galvão Bueno que fez questão de destacar a sua trajetória vencedora desde que foi contratado pelo Verdão. Desde 2021 nenhum outro treinador foi tão vencedor no futebol brasileiro como Abel.

PUBLICIDADE

“O Abel, como técnico já é brasileiro. Ele é português com toda a formação, tradição, mas como técnico aqui por tantos anos ganhou tudo. Acabou de ser tricampeão paulista, o que não acontecia desde os anos 30. Era ainda Palestra Itália”, lembra o locutor esportivo.

“Ele já ganhou duas Libertadores, bicampeão brasileiro, isso, aquilo, ganhou tudo, mas eu acho que a cabeça dele está dentro do futebol brasileiro. Eu tinha três nomes que seriam o Abel, Dorival ou o Renato Gaúcho”, acrescentou.

Com o “não” de Ancelotti que decidiu renovar o contrato com o Real Madrid, Ednaldo Rodrigues, presidente da CBF optou pela saída de Fernando Diniz que acumulava três derrotas consecutivas nas Eliminatórias estando em sexto lugar atrás até mesmo da Venezuela.

Citado por Galvão Bueno, Abel Ferreira era o preferido de Neto na seleção brasileira

Admirador do trabalho de Abel Ferreira, Neto por diversas vezes faz elogios ao treinador do Palmeiras. Ainda que não concorde com certas declarações do português, o titular do Os Donos da Bola reconhece sua capacidade e que seria o nome ideal para um novo ciclo da seleção brasileira.

PUBLICIDADE

“Eu queria esse cara na seleção brasileira. Deve ser boa gente, não gosta de nós, mas é boa gente. Chutou o microfone da Globo também, o que ganhou pontos comigo”, declarou Neto.