Home Mídia Esportiva Luís Roberto elege maior narrador de todos os tempos do Brasil

Luís Roberto elege maior narrador de todos os tempos do Brasil

Locutor esportivo titular da Globo homenageou antigo comunicador consagrado na mídia esportiva brasileira

Marco Maciel
Sou jornalista, formado pela PUCRS em 2007. Trabalhei na web rádio Voz do Futebol. Também fui redator e assessor de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade). Edito o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004. No canal do YouTube do portal (@sambariosite), entrevistamos mais de uma centena de personalidades do samba e do carnaval nos tempos da pandemia. Entrei no time do Torcedores.com em maio de 2022 e escrevo para o site NasPistas.com desde maio de 2023.
Luís Roberto, narrador esportivo

Luís Roberto, narrador esportivo (Reprodução/Instagram)

Atual narrador número 1 da Globo, Luís Roberto participou do podcast 10 & Faixa no canal do YouTube do comentarista Diego Ribas. O locutor esportivo foi questionado pela equipe do ex-jogador de Santos e Flamengo sobre quem consideraria o camisa 10 entre os narradores e comentaristas do país.

PUBLICIDADE

Luís Roberto voltou no tempo e citou Pedro Luiz. Um dos pioneiros na mídia esportiva brasileira, o narrador transmitiu pelo rádio os primeiros títulos mundiais da seleção brasileira nas Copas do Mundo de 1958 e 1962 como locutor esportivo. Posteriormente, trabalharia como comentarista.

“Eu escolheria um cara que já não está mais entre a gente que se chamava Pedro Luiz. Uma inspiração, primeiro diretor de esportes, inclusive da TV Globo, depois que ele parou de narrar”, mencionou Luís Roberto, em vídeo publicado no Instagram do podcast.

PUBLICIDADE

“Porque a minha inspiração ela é Pedro Luiz, total na alma, como profissional mesmo. Na dedicação e tudo mais, na construção, na persistência de buscar a correção absoluta do jogo”, declarou.

Pedro Luiz trabalhou em 11 Copas do Mundo, além de duas Olimpíadas, com atuações marcantes em rádios como Bandeirantes, Tupi, Difusora, Nacional, entre outras. Além da Globo, também foi comentarista nas TVs Band, Record e Gazeta. Faleceu em 1998, aos 79 anos.

Luís Roberto também homenageou Galvão e Luciano

Sobre os narradores em que se inspirou, dois ícones mais recentes da imprensa esportiva foram citados por Luís Roberto.

PUBLICIDADE

“Hoje em dia, eu acho que a gente tem alguns grandes caras. E certamente, Galvão Bueno e Luciano do Valle são duas referências bem legais”, concluiu.