Home Futebol Oposição do Palmeiras vê conflito de interesses em negociação Vasco e Crefisa

Oposição do Palmeiras vê conflito de interesses em negociação Vasco e Crefisa

Nota de movimento cita ‘situação alarmante’ com possível compra da SAF vascaína por empresa de presidente do Verdão

Victor Martins
De Santo André-SP, formado em Jornalismo pela Unversidade Metodista de São Paulo (classe de 2010-13), trabalhando no Torcedores desde janeiro de 2016 (ou algo neste sentido). Iniciado na profissão desde meados de 2006, ao fazer a cobertura da Copa do Mundo da Alemanha para o site Abolanet. cobrindo jogos e os destaques de algumas seleções durante o evento, e posteriormente trabalhando neste até cerca de 2007. Entre os anos de 2008 e 2015, trabalhei para uma agência de notícias que produziu conteúdo para diversas páginas. Destas, principalmente a da Federação Paulista de Futebol, fazendo serviços de placar ao vivo das mais diversas competições (nacionais e internacionais) e serviços de pós-jogo focados nos clubes de São Paulo Desde 2016 venho trabalhando no Torcedores, onde venho desempenhando uma série de funções dentro do site, como setorista de clubes do futebol brasileiro e de outros esportes (MMA), além de trabalhar em várias partes do organograma da página. Atualmente, exerço trabalho na cobertura de futebol nacional e internacional, com a criação de matérias sobre clubes e jogadores, além de produção de guias de TV (onde assistir aos jogos) das partidas dos mais variados torneios no Brasil e no mundo
Leila Pereira presidente do Palmeiras

Leila Pereira com a taça de campeão brasileiro do Palmeiras em 2023 (Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

As notícias de um possível interesse da Crefisa, empresa que é patrocinadora do Palmeiras, em adquirir a SAF do Vasco, que teve o controle da 777 Partners retirado judicialmente, voltaram a esquentar o ambiente político do clube. Em especial diante de acusações de ‘conflito de interesses relativos aos dois clubes.

PUBLICIDADE

O Palmeiras Avante, movimento que amalgamou várias tendências da oposição à presidente Leila Pereira, divulgou nota sobre o assunto neste final de semana (publicada por sites com o GE) vendo como ‘alarmante conflito de interesses’ o fato da Crefisa, que é comandada pela mandatária do Verdão e seu marido, José Roberto Lamachia, estarem negociando a aquisição do futebol vascaíno mesmo com as ligações desta com o Alviverde.

“O Palmeiras Avante enxerga com grande preocupação o novo e alarmante capítulo dos conflitos de interesse envolvendo a presidente do clube, Leila Pereira, sua empresa, a Crefisa, que está em negociações avançadas para a compra de 70% da SAF do Vasco, um clube que compete com o Palmeiras em vários campeonatos”, diz trecho da nota.

PUBLICIDADE

No texto, os opositores da presidente palmeirense afirmam que a negociação entre a financeira e o Gigante da Colina seria uma forma de demonstrar que a dirigente ‘não teria prioridade’ apenas nos assuntos relativos ao clube ao qual é dirigente máxima. O grupo levantou também questionamentos sobre as diversas ligações de Leila com empresas que tem algum tempo de negócio com o clube e também a possibilidade do acusado conflito de interesses prejudicar o Verdão.

“É mais um caso que demonstra que o Palmeiras não é a única preocupação da gestão atual. Por meio de suas empresas, a presidente também acumula as funções de patrocinadora, credora, prestadora de serviços de transportes aéreos e detentora da concessão da gestão de um estádio (citando a Arena Barueri). Tais situações levantam inúmeras questões sobre governança e compliance no clube, bem como a maneira a que a gestão atual irá lidar quando os interesses do clube e das empresas da presidente não estiverem alinhados”, prossegue a nota

“Estamos presenciando uma série de comportamentos preocupantes que requerem vigilância constante e exigem respostas claras de transparentes de Leila Pereira e da Crefisa. A falta de transparência e os claros conflitos de interesse ameaçam o Palmeiras, afastam os investimentos de outras empresas e são nocivas para o clube”, segue o texto.

Em declarações à imprensa, Leila Pereira nega qualquer tipo de envolvimento nas negociações da compra da SAF do Vasco pela Crefisa, estas lideradas por Lamachia e que usariam uma outra empresa do grupo comandado pelo casal para comprar a gestão do futebol vascaíno.

PUBLICIDADE

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial