Home Futebol Palmeiras faz um dos piores jogos com Abel Ferreira e não ‘engrena’ no Brasileirão

Palmeiras faz um dos piores jogos com Abel Ferreira e não ‘engrena’ no Brasileirão

Verdão está invicto na Libertadores, mas faz péssima campanha no campeonato nacional

Márcio Padula
Márcio Padula é um jornalista que atua há dois anos na cobertura da Sociedade Esportiva Palmeiras e em seu início de carreira escreveu para o jornal Diário de São Paulo sobre os quatro grandes clubes do Estado. Graduado pela FIAM – Faculdades Integradas Alcântara Machado em 1997, já passou por assessorias de comunicação, revistas e jornais. Atualmente no Torcedores.com.
Palmeiras e Athletico

Jogadores do Palmeiras reclamam com arbitragem - Alexandre Schneider/Getty Images

Desinteresse pelo Brasileirão? Obsessão pela Libertadores? Irreconhecível e errando muito, pênalti perdido, gol contra. Sim, o Palmeiras fez uma das piores partidas sob o comando de Abel Ferreira, perdeu para o Athletico em casa e ainda não ‘engrenou’ no Brasileirão.

PUBLICIDADE

Porém, quando ‘passamos’ o olho pela Copa Libertadores, o Verdão parece até mudar de personalidade, pois está invicto e com o melhor ataque da competição sul-americana

Pelo Brasileirão, das seis partidas, o Palmeiras tem apenas duas vitórias, contra Vitória e Cuiabá, dois empates e duas derrotas. O time tem somente três gols marcados, enquanto no ano passado, por exemplo, havia feito 16 nesse mesmo momento da competição.

PUBLICIDADE

Na partida contra o Athletico, o Verdão fez várias triangulações pela direita com Estêvão, Veiga e Endrick, tinha Gabriel Menino auxiliando na contenção e Mayke mais livre. Não adiantou, o resultado mostrou um Palmeiras exposto e sofrendo contra-ataques.

O ponto alto foi no final do primeiro tempo, com Veiga cobrando pênalti e o goleiro Bento defendendo, no contra-ataque o Athletico fez o seu primeiro gol.

O time da virada, irreconhecível, não virou

O time da virada não estava bem, e daí para frente, ainda que o histórico desse uma esperança diferente, não houve mais o que ser feito, com um Palmeiras irreconhecível.

“Se calhar perdemos um pouco o norte, mas faz parte. Eles (jogadores) querem acertar, mas infelizmente hoje não deu” explicou Abel Ferreira.

PUBLICIDADE

No segundo tempo, apesar da primeira etapa horrível, o Verdão voltou sem mudanças e continuou com um jogo sem padrão, aí aos 11 minutos Abel foi para ‘as cabeças’ e mandou para campo Flaco López e Lázaro.

Nada mudou, e Abel Ferreira acredita que pesou o cansaço, com perda de posse de bola e ainda intensificada pelo desfalque de Aníbal Moreno, com pouco ritmo de Zé Rafael.

Agora, depois de seis partidas invicto na temporada, o Palmeiras volta a sofrer uma derrota e precisa se recuperar, com jogo contra o Independiente del Valle, quarta-feira (15), no Allianz Parque, pela Copa Libertadores.