Home Futebol Palmeiras fica à frente do SPFC em pesquisa de maiores torcidas; confira

Palmeiras fica à frente do SPFC em pesquisa de maiores torcidas; confira

Verdão cresce 1% em comparação com mesmo levantamento do ano passado; Flamengo e Corinthians lideram, respectivamente

Paulo Foles
Jornalista, amante da escrita e apaixonado por esportes. Falo sobre futebol internacional, nacional e esportes americanos, principalmente NFL e NBA. Santista e apreciador do bom futebol. Twitter: @PaulFoles
Torcedores do Palmeiras

Torcedores do Palmeiras elegem maiores rivais. Foto: Renato Pizutto/Ag. Paulistão

Em pesquisa realizada por Quaest/CNN/Itatiaia, o Palmeiras ficou em terceiro no ranking das maiores torcidas do Brasil, atrás somente de Flamengo e Corinthians, respectivamente. O SPFC aparece na terceira posição em diversas listas, mas vem ficando para trás do rival Alviverde em algumas outras.

PUBLICIDADE

Segundo os dados, o Rubro-Negro carioca lidera de forma absoluta, com 25%. Logo em seguida, a ordem é a seguinte: Corinthians (17%), Palmeiras (10%), São Paulo (9%), Vasco da Gama (5%), Cruzeiro e Grêmio (4%), Internacional e Santos (3%) e Bahia, Botafogo e Sport (2%).

Ao todo, foram entrevistadas 6.373 pessoas entre os dias 27 de abril e 1 de maio em 278 cidades espalhadas pelo Brasil.

PUBLICIDADE

Recentemente, o instituto “AtlasIntel” também promoveu uma pesquisa das maiores torcidas e o Tricolor Paulista ficou à frente do Verdão, com 9,9% a 7,7%. Levando em consideração a margem de erro, os dois clubes têm um empate técnico nos últimos levantamentos.

Palmeiras vive era vencedora no futebol brasileiro

O time da Barra Funda teve crescimento de 1% em relação ao levantamento da Quaest/CNN/Itatiaia do ano passado. O momento de grandes conquistas no futebol brasileiro pode ajudar a explicar esse acontecimento.

Abel Ferreira foi contratado no final de 2020 e desde então venceu praticamente tudo. Ao todo, são 10 taças: Copa Libertadores da América (2020 e 2021), Brasileirão Série A (2022 e 2023), Copa do Brasil (2020), Paulistão (2022, 2023 e 2024), Recopa Sul-Americana (2022) e Supercopa do Brasil (2023).

PUBLICIDADE

Diante de tanto sucesso nos últimos anos, a presidente Leila Pereira deseja manter o português por um longo tempo no clube. Ele tem contrato até o fim de 2025, mas o objetivo da diretoria é buscar prorrogar o vínculo; vale esclarecer que não há confirmação de conversas neste sentido no momento.