Home Futebol Zubeldía valoriza vitória do SPFC na Libertadores, mas lamenta as muitas lesões dos atletas

Zubeldía valoriza vitória do SPFC na Libertadores, mas lamenta as muitas lesões dos atletas

Zubeldía conseguiu mais uma jornada de sucesso na Copa Libertadores, apesar de lesões seguirem atrapalhando o São Paulo

Fabrício Carvalho
Jornalista formado / Rio de Janeiro. Redator de notícias, artigos e relatos sobre futebol nacional e internacional
São Paulo Zubeldía

Rubens Chiri/saopaulofc

O São Paulo conquistou uma importante vitória nesta rodada da Conmebol Libertadores com placar de 3 a 1 diante do Cobresal. O técnico Luís Zubeldía manteve a sua sequência de invencibilidade desde que chegou ao tricolor paulista e encaminhou a classificação do clube para a próxima fase.

PUBLICIDADE

A situação não estava nada fácil com Thiago Carpini e uma eliminação parecia até provável, mas a chegada do venezuelano foi o suficiente para fazer com que o São Paulo não tenha mais riscos consideráveis de perder uma das vagas para a próxima fase do torneio continental.

Zubeldía viu seus jogadores conquistarem mais uma vitória fora de casa, porém também testemunhou um de seus principais jogadores, Calleri, sair lesionado, juntando-se à lista de jogadores machucados, virando enorme preocupação para a sequência da temporada.

PUBLICIDADE

Em entrevista coletiva, Zubeldía falou sobre a atuação do São Paulo na vitória diante do Cobresal e deu um panorama maior do elenco, que está cada vez mais concentrado. O próximo desafio do São Paulo será em casa, contra o Fluminense, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro, na segunda-feira às 20h (horário de Brasília).

Aspas de Zubeldía, técnico do São Paulo

“A equipe fez um bom trabalho. Eu gosto de resultado com autoridade. O processo do torneio nos ensina as distintas situações que podem se apresentar. É uma aprendizagem. O nível é bom. Não estamos baixando o nível. O resultado está sendo favorável, necessito de todo o plantel para formar uma boa equipe. São seis ou sete jogadores lesionados, o Calleri também. Mas a equipe mantém um bom nível. O ideal é ter todos disponíveis, mas é importante que o grupo tenha personalidade para transitar nesse momento.”

“Não muitas coisas do jogo com bola e sem bola que tinham incorporado de fases anteriores. Não estavam no melhor momento, mas às vezes com pequenas coisas podemos melhorar. Para isso são os treinadores, destacar o que é melhor para a equipe. Estamos ocupando bem os espaços. Eles têm qualidade, nós temos que tratar de mostrar onde estão os espaços. Essa parte eles fazem bem.