Home Futebol André Hernan avalia bastidores do mercado da bola no Corinthians: “Bagunça afasta”

André Hernan avalia bastidores do mercado da bola no Corinthians: “Bagunça afasta”

Timão precisa de atletas na janela de transferências, mas situação interna preocupa atletas

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Trabalho como redatora desde 2018, fazendo cobertura de mídia esportiva, futebol, tênis e esportes americanos. Sou colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Augusto Melo

Augusto Melo em coletiva no Corinthians (Créditos: Rodrigo Coca/ Ag. Corinthians)

André Hernan detalhou em programa esportivo a situação nos bastidores do mercado da bola do Corinthians. Em momento complicado dentro do campo e com a gestão atrasando pagamentos e no meio de escândalos, o Timão tem enfrentado bastante resistência de atletas pretendidos pelo clube.

PUBLICIDADE

Em programa De Primeira do Portal UOL, o jornalista explicou os problemas para fechar novas contratações: “Notícias que acontecem no Corinthians, isso afasta e esfria o mercado. Tem esfriado, eu converso com muitas pessoas do mercado que me dizem: “A situação do Corinthians, a bagunça que está o Corinthians afasta”. As pessoas têm dúvida de ir ou não jogar com o Corinthians”.

Especificamente sobre o recente caso de Walace preferindo optar pela proposta do Cruzeiro, André Hernan descarta que tenha sido o caso. Sobre este quesito, o especialista relembrou que a proposta da Raposa foi maior, portanto, é natural que o atleta tenha preferido assinar com o time mineiro.

PUBLICIDADE

Em contrapartida, André Hernan completou: “A situação do Corinthians afasta do Corinthians do mercado da bola. E está difícil. Apesar do Augusto Melo ter prometido aos Gaviões, quatro reforços e reforços de peso”. A promessa deve ser relembrada pelos torcedores que buscam pressionar a gestão por resultados.

Em debate, PVC relembrou que o novo CEO do Corinthians deve ser eficiente neste quesito, mas alertou que pedir quatro reforços significa que os atletas “não seriam suficientes” no elenco. Portanto, além da dificuldade financeira e de contratações, o comentarista adverte que Fred Luz deve tomar outra abordagem sobre este quesito.

Logo, os comentaristas esportivos alegaram que parte do receio de novos atletas para concretizarem as negociações deve estar relacionada aos atrasos de honorários e salários. A situação com polêmicas crescentes também costuma trazer problemas para fechar negócios, pedidos frequentemente por António Oliveira em entrevistas coletivas.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial