Home Futebol Casagrande detona diretoria do Corinthians: “Nenhum deles é corintiano”

Casagrande detona diretoria do Corinthians: “Nenhum deles é corintiano”

Administração do Timão vive momento mais caótico em décadas e pode render enormes problemas ao clube

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Trabalho como redatora desde 2018, fazendo cobertura de mídia esportiva, futebol, tênis e esportes americanos. Sou colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Augusto Melo

Augusto Melo presidente do Corinthians durante partida contra o Fluminense na Neo Química Arena pelo Brasileirão Série A 2024. (Ettore Chiereguini/AGIF)

Desde o início da sua administração, a diretoria de Augusto Melo vem repercutindo polêmicas e ainda não se firmou com resultados nos gramados. Nesta sexta-feira (07), o Corinthians recebeu o comunicado da empresa que o patrocinava que rescindirá o acordo por conta de uma cláusula anticorrupção. A situação pode render investigações e até o impeachment de Augusto Melo.

PUBLICIDADE

Em programa Fim de Papo do Portal UOL, o comentarista esportivo Walter Casagrande se emocionou sobre a situação do time do coração. O ex-jogador afirmou que nunca havia visto o Timão numa situação complicada como aquela, detonando inicialmente Duílio Monteiro pela sua herança ao clube. Inclusive, o classificou como o “pior presidente da história”.

Casagrande detona diretoria atual e anterior do Timão

Apesar de afirmar que o ex-presidente deixou uma história complicada para a gestão atual, Casagrande não poupou palavras para a administração atual. Na opinião do comentarista esportivo, a situação é extremamente complicada e detonou: “incompetentes, não sabem nada de futebol. Não tem conhecimento de futebol (…) Para mim, desde Duílio até esses caras aí não são corintianos”.

PUBLICIDADE

Segundo o comentarista esportivo, se fossem corintianos de verdade, jamais teriam deixado o clube chegar na situação em que está atualmente. Entre as reclamações de Casagrande está o contrato de Carlos Miguel que, neste momento, tem cláusula de 4 milhões de euros, sendo um valor extremamente baixo para qualquer time do exterior.

Na sequência, o ex-jogador classificou a administração como incompetente e que pode deixar o Corinthians sem goleiro titular. Lembrando que, com a saída de Cássio, apenas há dois arqueiros no clube. Caso Carlos Miguel opte por aceitar a proposta do West Ham, apenas permanecerá Matheus Donelli. Para Casagrande, além dos problemas nos bastidores, os resultados nos gramados deixam a desejar e há risco real de rebaixamento na temporada se não houver algum tipo de mudança.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial