Home Futebol Julio Gomes critica Atlético-MG x Palmeiras: “Destruído pela arbitragem”

Julio Gomes critica Atlético-MG x Palmeiras: “Destruído pela arbitragem”

Comentarista da BandSports ressaltou como decisões da arbitragem foram decisivas para o placar de goleada na Arena MRV

Beatriz Ojeda
Ex-atleta, formada em Letras e apaixonada por esportes desde sempre. Trabalho como redatora desde 2018, fazendo cobertura de mídia esportiva, futebol, tênis e esportes americanos. Sou colaboradora do Torcedores por ser o melhor lugar para aliar as duas grandes paixões.
Rodrigo Jose Pereira de Lima

Rodrigo Jose Pereira de Lima foi o árbitro de Atlético-MG x Palmeiras (Foto: Cesar Greco/Palmeiras/by Canon)

Julio Gomes abriu o programa Depois do Jogo, da BandSports, como uma análise detalhada da goleada aplicada pelo Palmeiras sobre o Atlético-MG na casa do adversário. Para Gomes, o jogos foi “totalmente destruído pela arbitragem. Ele fez questão de pontuar que a expulsão de Hulk alterou profundamente o esquema tático do Galo. O árbitro penalizou seis atletas com cartões amarelos, além do vermelho para Paulinho após o fim do jogo.

PUBLICIDADE

A partida entre Atlético-MG x Palmeiras foi marcada pelas decisões da arbitragem. O juiz Rodrigo José Pereira de Lima foi bastante enérgico nas suas escolhas e exigente. A decisão mais polêmica, a expulsão de Hulk por reclamação, rendendo dois amarelos consecutivos em questão de segundos e foi alvo de críticas de Julio Gomes.

Julio Gomes ressalta influência das expulsões

Júlio Gomes não nega que o Palmeiras jogou melhor do que o Atlético-MG, pois teve postura de ataque e não se intimidou com o fator casa. Mas também pontou que se o panorama fosse o contrário, “merecia a frente, mereceu a vitória. Se fosse um jogador do Palmeiras expulso, “a gente teria ficado uma hora e meia ouvindo o Abel falando sobre isso”. O jornalista ainda fez um alerta para a CBF.

PUBLICIDADE

“Não foi um lance de Var, né? Mas a CBF tem a obrigação de abrir o áudio do microfone do juiz naquele momento da expulsão do Hulk. Porque eles estavam tão próximos um do outro que dá para ouvir o que o Hulk falou, daria para ouvir perfeitamente”.

Na súmula do jogo entre o Atlético-MG x Palmeiras, o árbitro Rodrigo José Pereira de Lima aponta que o primeiro cartão amarelo foi aplicado a Hulk após proferir a frase: “Apita logo, car****”. Na sequência, diz que o segundo amarelo que gerou a expulsão teria partido após Hulk “partir em minha direção acintosamente, ficando face a face e gritando de forma desrespeitosa”, inclusive citando que empurrou o rosto do juiz com o dedo.

Na partida, Paulinho foi expulso após o apito final depois de agredir Marcos Rocha na saída do gramado. O Galo teve Igor Rabello, Zaracho e Scarpa advertidos com cartões amarelos. Do lado do Palmeiras, Estêvão, Moreno e Piquerez receberam advertências.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial