Home Futebol PVC aponta possível saída e fim de estabilidade em time do Brasileirão

PVC aponta possível saída e fim de estabilidade em time do Brasileirão

Jornalista faz alerta para um dos considerados grandes times do futebol brasileiro nos últimos nas últimas temporadas

Marcel Rauen
Marcel Rauen é um jornalista formado na Universidade Estadual de Londrina (UEL) que atua na área esportiva há cerca de 15 anos. É fã e praticante de esportes em geral, mas principalmente de futebol. Escreve no Torcedores desde 2015 sobre o dia a dia dos clubes brasileiros e sobre a mídia esportiva
pvc

PVC é comentarista do Paramount+ (Reprodução/SporTV)

O Palmeiras começa a passar nesta temporada por uma reformulação em seu elenco iniciada com a saída em definitivo de Endrick, que se apresenta ao Real Madrid após a Copa América e outros atletas também têm ofertas para sair. Um deles é o zagueiro Luan, que está na mira do América-MEX e que, se sair, acabará com a estabalidade do elenco alviverde na opinião de Paulo Vinícius Coelho, o PVC.

PUBLICIDADE

Em sua coluna no UOL Esporte desta quarta-feira (5), o jornalista esportivo analisou o impacto que a venda de Luan pode causar no elenco do Palmeiras comandado por Abel Ferreira.

“Luan representa segurança para Abel Ferreira, mesmo sem ser titular. É o mais confiável dos zagueiros reservas, fundamental para jogar com defesa a três, variação usada pelo técnico português, mas sua permanência representa mais do que isso para o atual Palmeiras: estabilidade”, apontou PVC.

PUBLICIDADE

O zagueiro de 31 anos tem proposta para se transferir para o América do México, time dirigido pelo técnico brasileiro André Jardini.

O Palmeiras no entanto já avisou que só aceita a saída se o time mexicano pagar a multa rescisória do contrato de Luan, avaliada em 3,5 milhões de euros (cerca de R$ 20 milhões na cotação atual).

“Luan irá se forçar a saída ou se o América chegar ao valor da multa. A ideia é manter o elenco e fazer a mudança gradual, como já está acontecendo com as chegadas de Rômulo e Aníbal Moreno, assim como a titularidade de Estêvão. A ideia é ainda é a estabilidade do elenco, que pode ajudar a levantar títulos tão importantes como os dos últimos oito anos”, finalizou PVC.

PVC vê diferença na chance de venda de Luís Guilherme

Para o jornalista, a negociação para a saída do jovem meio-campista, que tem negociação avançada para atuar no West Ham, da Inglaterra, não mexe com a estabilidade do elenco do Palmeiras, pois o clube tem dois nomes prontos para assumirem a responsabilidade na mesma posição de Luís Guilherme.

PUBLICIDADE

A oferta da equipe de Londres é de 30 milhões de euros (R$ 171 milhões), incluindo bônus, e o Palmeiras manterá 20% do contrato para lucrar em uma eventual venda futura do West Ham.

“O dinheiro é excelente para os dois lados e há dois jogadores entrando no elenco que podem fazer sua função: Dudu e Felipe Ânderson. Por tudo isso, o negócio está saindo”, avaliou PVC.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial