Home Futebol Rafinha elege o melhor técnico com quem trabalhou

Rafinha elege o melhor técnico com quem trabalhou

Lateral foi comandado pelo profissional durantes três temporadas no futebol europeu, tendo acumulado diversas conquistas

Cido Vieira
Cido Vieira é um jornalista graduado no Centro Universitário Uninter que trabalha como redator no Torcedores.com desde 2017, com cobertura focada em futebol brasileiro e mídia esportiva. Acumula dentro de sua trajetória na profissão experiência na área radiofônica, sendo setorista de clubes pernambucanos, cobrindo Brasileirão e Copa do Nordeste.
Rafinha, lateral do São Paulo

Rafinha em entrevista ao podcast "Flow Sport Club" (Reprodução - YouTube)

Convidado do programa “Resenha”, da ESPN, o experiente Rafinha participou de um quadro nos bastidores da emissora onde teve que apontar os melhores. Na categoria ‘melhor técnico com quem já trabalhou’, o lateral do São Paulo foi enfático na resposta: Pep Guardiola, atual comandante do Manchester City.

PUBLICIDADE

Na sua passagem marcante pelo Bayern de Munique, Rafinha teve Guardiola como treinador em três das oito temporadas que defendeu as cores dos bávaros. Neste período, os dois juntos faturaram 3 edições da Bundesliga, além de dois títulos na Copa da Alemanha.

Enquanto o treinador rumou para o que seria o início de uma era vitoriosa do Manchester City, Rafinha seguiu no clube alemão por mais tempo, vindo a se transferir para o Flamengo em 2019. No rubro-negro, ele integrou o time memorável comandado por Jorge Jesus, que faturou tudo na temporada. Depois de um retorno breve ao futebol europeu para vestir as cores do Olympiacos, ele retornou ao Brasil novamente, passando pelo Grêmio, até chegar no São Paulo, seu time nas últimas três temporadas.

PUBLICIDADE

Rafinha elenca top-3 do futebol brasileiro

Em outro momento da dinâmica, Rafinha foi desafiado a cravar os três maiores times do Brasil e a resposta foi direta: SPFC, Flamengo e Grêmio, trio este onde ele teve passagem desde que retornou ao futebol nacional. Revelado pelas categorias de base do Coritiba, o jogador de 38 anos se profissionalizou pelo Coxa e posteriormente rumou à Europa, onde teve carreira de sucesso, principalmente atuando por Bayern de Munique e Schalke 04.

Entre os desafios listados, o lateral-direito teve que apontar o maior clássico do futebol brasileiro e listou o Gre-Nal como o mais especial, apesar de ter mencionado o Choque-Rei (Palmeiras x SPFC) em um primeiro momento.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial