Home Futebol Renato Maurício Prado critica fase de dois ídolos do Flamengo: “Pálidas sombras”

Renato Maurício Prado critica fase de dois ídolos do Flamengo: “Pálidas sombras”

O jornalista rubro-negro analisou a difícil vitória do clube da Gávea sobre o Bahia nesta quinta (20), no Maracanã

Marco Maciel
Marco Maciel é jornalista que atua cobrindo futebol brasileiro, com ênfase para o futebol gaúcho com Internacional e Grêmio e para a mídia esportiva. Graduado em jornalismo pela pela PUC-RS, em 2007, está no Torcedores.com desde 2022; passou pela redação e assessoria de imprensa da ALAP (Associação Latino-Americana de Publicidade); edita o site SAMBARIO, voltado para sambas-enredo, desde 2004; e passou a escrever para o site NasPistas.com a partir de 2023.
Jogadores do Flamengo antes do apito inicial

Jogadores do Flamengo antes do apito inicial (Marcelo Cortes/CRF)

Renato Maurício Prado, o RMP repercutiu a difícil vitória do Flamengo sobre o Bahia por 2 a 1 no Maracanã ontem (20), pela 10ª rodada do Brasileirão Série A. David Luiz marcou o gol da vitória aos 48 minutos do segundo tempo, com Gerson abrindo o placar, enquanto Everaldo fez para o time baiano.

PUBLICIDADE

Em sua coluna no UOL, o jornalista reconheceu a dificuldade que a equipe comandada por Tite teve diante do Bahia de Rogério Ceni. Ao mesmo tempo, lamentou o momento da histórica dupla de ataque rubro-negra consagrada nos tempos de Jorge Jesus.

“Bruno Henrique e Gabriel parecem cada vez mais pálidas sombras do que foram na espetacular temporada de 2019 – e também na de 2020, quando se tornaram bicampeões brasileiros”, opinou RMP.

PUBLICIDADE

Os dois históricos atacantes entraram no segundo tempo, com Bruno Henrique ingressando no intervalo no lugar de Everton Cebolinha. Já Gabigol substituiria Lorran posteriormente.

RMP enxergou superioridade do Bahia sobre o Flamengo

Renato Maurício Prado apontou um predomínio do meio-campo do Bahia durante a maior parte da partida. Ao mesmo tempo, o comentarista considerou a equipe de Rogério Ceni superior a de Tite na etapa inicial.

O jornalista rubro-negro ressaltou a equipe descaracterizada pelos desfalques, através dos jogadores que servem às suas seleções na Copa América.

PUBLICIDADE

Renato Maurício Prado festejou o fato do Flamengo ter passado pelo terceiro jogo de um total de 10 que terá sem cinco selecionáveis, que denominou ‘travessia do deserto’. “Admiráveis 7 pontos conquistados em 9 possíveis”, celebrou.

Com o gol de David Luiz nos acréscimos, o Flamengo retomou a liderança do Brasileirão Série A e chegou a 21 pontos, um à frente de Botafogo e Palmeiras.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial