Home Futebol Casagrande, Benja e RMP apontam treinador ideal para a seleção brasileira

Casagrande, Benja e RMP apontam treinador ideal para a seleção brasileira

Comentaristas citam Abel Ferreira e Jorge Jesus como bons nomes para ocupar o cargo na seleção

Paulo Foles
Paulo Foles atua como redator do Torcedores.com desde 2018. Neste período, cobriu grandes eventos esportivos, incluindo a Copa do Mundo e Olimpíadas. Com passagem em "Futebol na Veia", "Esporte News Mundo", "The Playoffs" e outros, tem como foco o futebol brasileiro e internacional, além de experiências com NBA e NFL.
Casagrande, Benja e RMP

Casagrande, Benja e RMP. Foto: Reprodução

Depois da saída de Tite ao final da Copa do Mundo em dezembro de 2022, a seleção brasileira passou por grandes instabilidades no cargo de treinador. Walter Casagrande, Benja e Renato Maurício Prado apontaram o nome ideal para ocupar o posto de comandante da ‘amarelinha’.

PUBLICIDADE

Ex-jogador do Corinthians e comentarista do Uol, Casagrande argumentou a favor do português do Palmeiras, que faz sucesso no futebol brasileiro desde 2020.

“Quando Tite deixou o comando da seleção, o novo treinador deveria ter sido o Abel Ferreira, na minha opinião”, cravou ele, que analisou o atual técnico: “Entre os brasileiros, no entanto, Dorival era aquele que havia feito um grande trabalho no Flamengo em 2022”, disse.

PUBLICIDADE

Renato Maurício Prado, o RMP, foi na mesma linha e citou dois portugueses: “Há algum tempo está na hora de colocar um estrangeiro. O ‘Mister’ (Jorge Jesus), que já disse que é o sonho da vida dele, ou o Abel Ferreira, que está aqui dentro fazendo sucesso. Abel, na minha opinião, é melhor que todos os treinadores brasileiros que estão aqui”, definiu ele, em live no YouTube.

Benja criticou os profissionais brasileiros e também citou Jorge Jesus: “Você tem que trazer um técnico estrangeiro. Dorival entra e convoca as mesmas coisas que todo mundo convoca. Tem convocações que são estranhas”, iniciou dizendo ele.

“Eu traria pra ontem o Jorge Jesus para ser o técnico da seleção brasileira. Ele fez o Flamengo jogar uma enormidade em 2019, conhece o futebol brasileiro. Não dá mais para ter treinador brasileiro na seleção”, acrescenta Benja”, completou.

Seleção brasileira passa por instabilidade com treinadores

PUBLICIDADE

Para o lugar de Tite, hoje no Flamengo, Ramon Menezes assumiu de forma interina e colecionou resultados negativos. Como alternativa, a CBF contratou Fernando Diniz provisoriamente, mas a fase ruim permaneceu e o Brasil caiu para a sexta posição nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

A principal entidade de futebol no Brasil adotou essa postura de colocar técnicos interinos com a esperança de contratar Carlo Ancelotti, que estava em reta final de vínculo no Real Madrid. No entanto, após meses de espera, o treinador italiano renovou o contrato com o clube espanhol e frustrou os planos.

Sendo assim, Dorival Júnior foi o escolhido para a vaga no início de 2024. O ex-Flamengo e SPFC teve um bom começo nos amistosos contra Inglaterra e Espanha, porém está marcado negativamente atualmente por conta da má campanha na Copa América. Apesar disso, ainda não perdeu um jogo sequer no comando.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial