Home Futebol Casagrande dispara contra possível salário de Balotelli no Corinthians

Casagrande dispara contra possível salário de Balotelli no Corinthians

Comentarista esportivo cita programa “A Escolinha do Professor Raimundo” para criticar possibilidade de contratação do italiano

Marcel Rauen
Marcel Rauen é um jornalista formado na Universidade Estadual de Londrina (UEL) que atua na área esportiva há cerca de 15 anos. É fã e praticante de esportes em geral, mas principalmente de futebol. Escreve no Torcedores desde 2015 sobre o dia a dia dos clubes brasileiros e sobre a mídia esportiva
casagrande

Casagrande é ex-jogador e colunista do UOL Esporte (Reprodução/YouTube)

A possibilidade da contratação de Mario Balotelli pelo Corinthians foi muito criticada pelo ex-jogador Walter Casagrande. Para Casão, o centroavante italiano não tem mais nível para jogar em um clube como o Timão e, para piorar, chegaria com altos salários para o padrão brasileiro.

PUBLICIDADE

Em participação no programa ‘UOL News Esporte‘, nesta quarta-feira (10), o comentarista esportivo detonou a possível contratação do astro italiano, que defendeu o Adana Demirspor, da Turquia, na última temporada europeia.

“O Balotelli não é de ponta. Pode ter sido um período. Se ele fosse de ponta, ele estaria em algum clube italiano de meio de tabela para cima. Na Europa ele é desconsiderado já. Os clubes médios e grandes não consideram o Balotelli como boa contratação. Aqui no Corinthians consideram”, criticou Casagrande.

PUBLICIDADE

Em seguida, o comentarista criticou também o possível salário que Balotelli receberia no Timão. Especula-se que o italiano pede algo em torno de R$ 1,5 milhão mensal para jogar no Brasil.

“Ele é mais polêmico do que jogador de futebol. E o salário? É o oposto do Professor Raimundo”, avaliou Casagrande, lembrando do programa da TV Globo nas décadas de 1990 e 2000.

“O Corinthians contratar o Balotelli vai chamar a atenção do mundo de uma forma cômica”, finalizou Casão.

Casagrande detona esquema de jogo do Corinthians

Para o comentarista, já passou da hora do Timão parar de ser escalado com três atacantes. Para ele, o clube precisa reforçar o meio de campo, principalmente na criação de jogadas.

PUBLICIDADE

“O Corinthians não pode mais jogar com três atacantes. Corinthians tem um time fraco, tem que congestionar o meio de campo. Não pode ficar marcando os laterais e o adversário dominando o meio de campo. O Corinthians perde o meio de campo todo jogo, contra o Cruzeiro foi um passeio”, completou Neto.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial