Home Extra Inglaterra vence a Suíça nos pênaltis e segue na Eurocopa

Inglaterra vence a Suíça nos pênaltis e segue na Eurocopa

Equipes se enfrentaram pelas quartas de final da competição em partida que se tornou mais emocionante nos minutos finais da prorrogação

Rogério Guimarães
Rogério Guimarães é editor e redator que atua há mais de dez anos com conteúdos web e impresso de vários segmentos. Formado em Geografia pela USP, Universidade de São Paulo, já trabalhou para agências de publicidade e editoras de material didáticos e técnicos, como FTD, Moderna, Sesi, Senai, Senac entre outras. Atualmente no Torcedores.com.

Inglaterra X Suíça se enfrentaram neste sábado (6) na Merkur Spiel-Arena, em Dusseldorf, pela Eurocopa, e os ingleses saíram com a vaga para a semifinal após partida marcada por muito estudo no tempo regulamentar. 

PUBLICIDADE

O jogo começou a esquentar após os 10 minutos quando o suíço Embolo fez boa jogada invadindo a área, mas errando a finalização. A resposta inglesa foi imediata, com Rice e Mainoo, que bateram forte, mas em cima da zaga.

A batida de Embolo aos 24 minutos novamente acertou a zaga, uma constante na partida entre os dois times. A boa postagem defensiva e o nervosismo foram os fatores que ajudaram a manter o placar inalterado.

PUBLICIDADE

A posse de bola de 55% da Inglaterra contra 45% da Suíça não se traduziu em jogadas de perigo dos ingleses, ainda mais com a falta de protagonismo de Jude Bellingham, que até o momento não se destacou e deixou para Saka a responsabilidade pelas melhores jogadas.

Aos 39 do primeiro tempo, foram três finalizações ao gol da Inglaterra contra duas da Suíça.

No segundo tempo, a Inglaterra apareceu com mais ímpeto e domínio de bola, mas foi Embolo que deu a primeira batida em direção ao gol para defesa do inglês Pickford.

O técnico Murat Yakin resolveu alterar o perfil ofensivo da equipe ao substituir aos 18 minutos o atacante Vargas por Zuber e o meia Rieder pelo lateral Widmer. A proposta deu certo: aos 29, Embolo aproveitou o bate-rebate na área para abrir o placar em Düsseldorf. 

PUBLICIDADE

Como resposta, o contestado Southgate resolveu mudar radicalmente a equipe inglesa: os meio-campistas Konsa e Mainoo saíram para a entrada de Palmer e Eze. Na lateral, Trippier deixou a equipe para a chegada de Shaw.

Não demorou muito para Saka, nome da partida, deixar tudo igual ao carregar a bola e bater no cantinho direito de Sommer.

O jogo seguiu dramático até o apito que levou para a prorrogação. A sequência de mais trinta minutos começou equilibrada, com investidas de Schär logo no primeiro minuto, mas Rice tentou pelos ingleses com perigo com excelente defesa de Sommer. O goleiro foi novamente acionado após batida venenosa de fora da área de Bellingham.

O final da segunda etapa da prorrogação teve mais investidas da seleção suíça, que massacrou os ingleses com direito a bola na trave e defesas espetaculares de Pickford, que teve de trabalhar em 15 minutos o que não fez na partida inteira.

Sem definição no tempo adicional, a partida foi para as penalidades máximas, em que a seleção inglesa brilhou e levou a vaga.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial