Home Futebol Meritocracia de Abel Ferreira no Palmeiras pode ‘atrasar’ minutagem dos reforços do time

Meritocracia de Abel Ferreira no Palmeiras pode ‘atrasar’ minutagem dos reforços do time

Treinador do Verdão tem uma metodologia de que quem chega tem que entregar mais do que quem já está no clube        

Márcio Padula
Márcio Padula é um jornalista que atua há dois anos na cobertura da Sociedade Esportiva Palmeiras e em seu início de carreira escreveu para o jornal Diário de São Paulo sobre os quatro grandes clubes do Estado. Graduado pela FIAM – Faculdades Integradas Alcântara Machado em 1997, já passou por assessorias de comunicação, revistas e jornais. Atualmente no Torcedores.com.
Felipe Anderson, do Palmeiras

Felipe Anderson é um dos contratados do Palmeiras para o segundo semestre de 2024 - Foto: Marco Rosi - SS Lazio/Getty Images

O técnico Abel Ferreira tem um jeito peculiar de comandar o Palmeiras, com uma metodologia da meritocracia no elenco do time.

PUBLICIDADE

Com isso, os reforços contratados recentemente devem mostrar mais de quem já está no clube.

Agora, Mauricio, Giay e Felipe Anderson, que estão chegando ao Verdão, vão precisar ‘correr’ muito para não ‘esquentarem’ o banco de reservas, e assim conquistarem a tão esperada titularidade.

PUBLICIDADE

“Tem que se adaptar. Já falei para abaixarem as expectativas, porque nossa equipe está bem. Não vou mexer naquilo que está bem. Quem chega tem que conquistar o lugar. Temos um elenco curto e esses três reforços vem para nos ajudar”, falou Abel Ferreira em entrevista coletiva.

Jogadores contratados recentemente tiveram que ‘suar’ para conquistarem seu  espaço no Palmeiras    

No início do ano, o Palmeiras contratou Aníbal Moreno, Caio Paulista, Bruno Rodrigues e Lázaro, com o volante argentino sendo o único que passou a jogar frequentemente, e ainda assumiu a titularidade a partir do oitavo jogo do Verdão na temporada.

Voltando um ano, em 2023, o Palmeiras contratou apenas dois reforços, que foram Artur e Richard Ríos, com o volante colombiano só jogando para valer depois do meio do ano.

Já Artur, que era cria do Verdão, saiu para o Red Bull Bragantino em 2020 e voltou em 2023, com isso teve mais facilidades na adaptação.

PUBLICIDADE

Agora, o que se espera é que Felipe Anderson, reforço que era protagonista da Lazio, da Itália, venha como uma possível ideia de já ser titular no time de Abel Ferreira, pois jogava em alto nível na Europa.

18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial