Home Futebol Zetti elogia goleiro destaque do futebol brasileiro hoje: “Sou fã”

Zetti elogia goleiro destaque do futebol brasileiro hoje: “Sou fã”

Ex-goleiro classificou que houve uma identificação perfeita entre atleta e clube, o que resultou no preenchimento de uma lacuna na posição

Cido Vieira
Cido Vieira é um jornalista graduado no Centro Universitário Uninter que trabalha como redator no Torcedores.com desde 2017, com cobertura focada em futebol brasileiro e mídia esportiva. Acumula dentro de sua trajetória na profissão experiência na área radiofônica, sendo setorista de clubes pernambucanos, cobrindo Brasileirão e Copa do Nordeste.
Zetti, ex-goleiro

Zetti durante entrevista no SPFC (Rubens Chiri - Divulgação - São Paulo)

Ídolo na história do São Paulo, Zetti marcou época na década de 1990, se tornando multicampeão. Atualmente trabalhando nas categorias de base do clube paulista, ele exaltou o potencial do titular absoluto da meta do Tricolor do Morumbi hoje, o goleiro Rafael.

PUBLICIDADE

Convidado no podcast “Denílson Show”, o ex-jogador teceu comentários positivos ao arqueiro que tem sido convocado para a seleção brasileira, e resolveu um “pesadelo” do SPFC na busca por um goleiro, drama que ficou vigente por anos, após aposentadoria de Rogério Ceni.

“Rafael sou fã desde quando ele estava no Cruzeiro lá com o Fábio. Várias vezes foi indicado para a gente trazer para o São Paulo”, iniciou Zetti, destacando que o arqueiro estava nos planos do Tricolor há alguns anos, antes da chegada em 2023.

PUBLICIDADE

“A gente via que o perfil dele condizia com o clube e deu tudo certo. Rafael tem evoluído muito, vem conquistando títulos, e isso é o que marca, fica na história. Ele está no caminho e agora indo para a seleção.

Zetti acredita em remontada da seleção

Em outro momento da entrevista, gravada antes da Copa América, o ex-jogador foi questionado por Denílson sobre as perspectivas em torno do trabalho de Dorival Júnior na seleção brasileira, e se mostrou animado com o processo de reconstrução visando o Mundial de 2026.

“Eu voltei a ter aquele frio na barriga no sentido positivo. Eu acho que o conjunto da seleção brasileira estava muito na dependência apenas do Neymar. Hoje, estamos mais distribuídos. Temos talentos diferenciados. O Vinícius Júnior é a grande sensação”, pontuou Zetti, enxergando uma “divisão de protagonismo” maior com Dorival.

“O Endrick está provando que tem essa qualidade para dividir. Nós não podemos ter só um. A seleção sempre foi de divisão de funções, o que faz a diferença. Neymar é fora de série, mas ficamos muito dependentes. Está nascendo uma geração muito boa”, avaliou o ex-goleiro.

PUBLICIDADE
18+ | Jogue com responsabilidade | Aplicam-se os Termos e Condições | Conteúdo comercial