Home Vício em jogo: Entenda como evitar

Vício em jogo: Entenda como evitar

O jogo é uma forma de entretenimento que apresenta riscos. O vício e a falência financeira são os mais comuns. Existem maneiras de minimizar esses riscos, como jogar apenas com dinheiro que você pode se dar ao luxo de perder e também jogar com responsabilidade.

Aqui, no Torcedores, queremos ajudar os nossos apostadores a se tornarem mais informados e responsáveis. É por isso que você encontrará aqui 3 dicas para apostar de forma inteligente e seguir jogando por prazer e não por vício:

  • Gerencie seu dinheiro;
  • Controle seu tempo;
  • Jogue apenas por diversão.

Gerenciamento de dinheiro

Controlar seu fluxo de caixa é uma importante abordagem para evitar problemas com jogos de azar e diminuir suas chances de sofrer financeiramente. Conforme descrito abaixo, há várias maneiras de se fazer uma boa gestão financeira.

1) Estabeleça um orçamento

Primeiro, pense em quanto dinheiro você precisará reservar para necessidades como alimentação, seguro e aluguel. Decida quanto você está disposto a perder em jogos de azar e apostas esportivas durante um período. Pode ser uma certa quantia para o dia, a semana ou o mês.

2) Defina limitações

Limite a quantidade de dinheiro que você pode depositar, perder ou usar em uma única aposta. É aconselhável que você aproveite a funcionalidade de limite fornecida pela maioria das operadoras para ajudá-lo a permanecer dentro de suas restrições. Dessa forma, você achará mais simples ater-se ao seu plano de gastos.

3) Evite pedir dinheiro emprestado para jogar

Busque não contrair empréstimos de familiares, amigos ou outras fontes de crédito. O risco do seu jogo aumentará se você jogar com dinheiro emprestado. Além disso, suas possíveis perdas podem prejudicar não apenas você, mas também as pessoas ao seu redor.

4) Saque seus ganhos

É aconselhável sacar uma quantia de dinheiro, se você obtiver uma vitória. Após um ganho significativo, evite jogar mais, porque isso pode aumentar o risco de danos relacionados ao jogo. Evite apostar com muito dinheiro porque a tentação de apostar em jogos mais arriscados pode aumentar.

5) Acompanhe seus lucros e perdas

Você pode determinar se as apostas esportivas e os jogos de azar são realmente uma fonte de renda sustentável para você, acompanhando seu desempenho anterior; para a maioria, não são.

6) Restrições aos saques em dinheiro

Solicite que seu banco imponha limites ao valor que você pode sacar.

7) Mantenha sua estratégia

Acima de tudo, siga seu plano! Se você decidiu seguir um orçamento ou impor restrições a cada aposta, atenha-se a isso. É sempre uma boa ideia procurar ajuda para determinar as medidas que podem ser tomadas para evitar o desenvolvimento de comportamento de jogo insustentável, caso você descubra que ocasionalmente não consegue cumprir suas limitações.

Gestão do tempo

  • O apostador inteligente controla seu tempo, garante dias de folga das apostas e também gosta de esportes sem apostar;
  • Conforme as recomendações do Canadian Lower-Risk Gamblin (Diretrizes para Jogos de Azar de Baixo Risco), você deve limitar seu jogo a não mais do que 4 dias por mês para manter sua exposição ao risco ao mínimo;
  • Estabeleça limites com os quais você se sinta confortável e avalie regularmente seu comprometimento com eles;
  • Apostas ao vivo rápidas e contínuas podem facilitar perder a noção do tempo.

Por que devo me preocupar com quanto tempo gasto?

Muitos jogadores apostam para ter uma dose a mais de adrenalina quando vão assistir a um jogo de futebol, uma partida de tênis ou outros eventos esportivos. Embora esta animação possa ser agradável, também pode fazer com que se perca a noção do tempo, especialmente se procuram frequentemente as melhores oportunidades em apostas ao vivo, em ritmo acelerado.

Os conselhos sobre como jogar de forma sensata têm frequentemente a ver com gastar dinheiro e como fazer um orçamento para as suas despesas de jogo. Embora a monitorização das despesas financeiras seja sem dúvida crucial, os jogadores mais conscientes também monitoram a gestão do seu tempo.

Passar muito tempo jogando pode, em situações extremas, resultar na negligência de outras atividades, como exercícios ou tarefas relacionadas ao seu trabalho, ou estudos. Também pode resultar no rompimento de relacionamentos.

Como você controla o tempo?

Para ajudar os jogadores a controlar quanto tempo passam jogando, várias casas de apostas e operadores fornecem ferramentas como cronômetros e limites de tempo. Se a casa de apostas ou operador escolhido tiver essa ferramenta, usá-la pode ser benéfico. Elas podem ajudá-lo a determinar antecipadamente quanto tempo você deseja gastar apostando e simplificar o acompanhamento do seu progresso. Se a sua casa de apostas favorita não oferece esse recurso, você pode criar seu próprio arranjo, de forma simples, definindo um cronômetro ou usando o cronômetro do seu telefone para acompanhar a passagem do tempo ao fazer apostas.

Outra maneira é registrar quanto tempo você estima gastar apostando ao longo de uma semana e, em seguida, monitorar sistematicamente o uso do tempo durante algumas semanas. Não se esqueça de contabilizar o tempo gasto na organização e pesquisa de possíveis apostas. Se você subestimar significativamente quanto tempo passa jogando, pode ser um indício de que você pode se beneficiar estabelecendo limites de tempo para si ou prestando mais atenção ao relógio ao apostar.

Quanto é demais?

Como isso varia consideravelmente de um jogador para outro, é desafiador determinar quanto tempo é excessivo. Uma sugestão seria discutir o assunto com um amigo próximo ou parente. As Diretrizes para Jogos de Azar de Baixo Risco foram divulgadas pelo Canadian Centre on Substance Use and Addiction (Centro Canadense sobre Uso e Dependência de Substâncias). Elas são o resultado de cinco anos de pesquisa que incluiu dados de jogos de azar, dados de pesquisas sobre jogadores e comentários de especialistas. Segundo as recomendações, se desejar reduzir o risco de danos relacionados com o jogo, deve-se limitar o seu jogo a não mais do que quatro dias por mês (além de seguir as outras orientações).

Se apostar mais de quatro dias, isso não significa que tenha um problema, mas aumentará a sua exposição ao risco.

Jogue apenas para entretenimento

Quando você sente que tem controle sobre a atividade, o jogo, como qualquer outro tipo de entretenimento, pode ser divertido com moderação.

Pode ser muito frustrante quando você começa a perder o controle do seu jogo e tenta recuperar os fundos perdidos.

O jogo pode tornar-se um modo de vida para algumas pessoas, impedindo-as de se concentrarem noutras coisas importantes para elas. Pode ser útil ficar atento para saber se isso se qualifica como entretenimento ou não.

O que fazer em caso de problemas de dependência?

Se, apesar destes conselhos, o jogo se tornar um problema, aconselhamo-lo a contactar uma organização especializada na prevenção e ajuda aos viciados em jogo.

Aqui estão alguns links úteis: