Títulos e parcerias: a história do futebol feminino no Palmeiras

Nesta quarta-feira (13), o Palmeiras anunciou a sua equipe feminina para a disputa deste ano. Embora seja pouco comentado, a equipe alviverde tem uma história na categoria, incluindo títulos em parcerias com outros clubes.

Rafael Brayan
Estudante de jornalismo. Colaborador especialista e editor-plantonista do Torcedores.Twitter: @rafaelbrayan_

Crédito: Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação

O Palmeiras anunciou a volta do time feminino, em parceria com a prefeitura de Vinhedo, nesta quarta-feira. Apesar de estar anos sem apoiar, o clube alviverde paulista tem uma história vencedora na categoria.

Criada em 1997, a primeira equipe feminina do Palmeiras marcou história no Brasil. Foi um dos primeiros clubes a ajudar e popularizar o esporte no país, já que o time masculino vinha tendo muito sucesso no final da década passada. Os títulos da Era Parmalat e a Libertadores de 1999 faziam com que tudo que estivesse ligado à equipe gerasse grande repercussão.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Grandes jogadoras

Assim como Evair, Djalminha, Edmundo, Marcos, entre outros, muitas atletas se destacaram no Palmeiras. Algumas delas, inclusive, chegaram à Seleção Brasileira.

Formiga, Michele, Tânia Maranhão, Maravilha e Elaine são algumas das atletas que brilharam com a camisa alviverde e com a canarinho.

No atual elenco, a grande atleta é Kerolin. A jovem de 19 anos estava no Corinthians e foi campeão do Sul-Americano sub-20 com a Seleção Brasileira, além da Libertadores com o clube rival do Palmeiras.

Fabio Menotti/Ag Palmeiras/Divulgação

Tábata Silveira também é uma das promessas para a equipe vencer títulos logo de cara. A atacante foi a artilheira da última edição do Campeonato Mineiro pelo Ipatinga.

Conquistas do Verdão

A grande conquista do Palmeiras foi o título do Campeonato Paulista de 2001. As atletas eliminaram o maior rival Corinthians nas semifinais. Antes disso, Ficou em terceiro lugar, atrás do time alvinegro e do Matonense. O Guarani se classificou como quarto colocado, deixando de fora outras oitos equipes, incluindo grandes como São Paulo e Santos.  Na final, acabou vencendo o jogo contra o Matonense e conquistando o torneio mais comemorado na equipe feminina até aqui.

  • Outros resultados:

Vice-campeonato Brasileiro: 1999
Jogos Regionais: 2005, 2008 e 2010

Parcerias com outras equipes

No começo deste século, o Palmeiras acabou com o projeto da equipe feminina. Entretanto, se aliou a outros diversos clubes, como faz agora com a prefeitura de Vinhedo.

São Bernardo do Campo (2005-2006), Salto (2008) e Bauru (2012) foram as outras equipes parceiras no futebol feminino do Verdão.

Novo projeto

A ideia da equipe feminina do Palmeiras nesta temporada é diferente. Apesar da existência da lei da Conmebol que obrigava a criação da equipe, o clube paulista afirma que não ser trata apenas disso.

“O Palmeiras não está montando um time apenas pela obrigatoriedade da lei. Desde o primeiro momento, nós optamos, pela grandeza do Palmeiras, de iniciarmos o projeto em outro local. A gente acompanhou jogos do Brasileiro no ano passado. Tem uma estrutura muito boa que nos atende nesse primeiro tempo. O Palmeiras nos deu a opção de estarmos em São Paulo, mas para o nível de excelência que queremos chegar, para montar a comissão que montamos, necessitávamos de um local exclusivo. Nós optamos por uma estrutura única e exclusiva para o feminino”, afirmou o gerente de futebol feminino Alberto Simão.

Espera-se que o investimento no esporte seja como acontece no time masculino. Muitos torcedores, inclusive, pedem a contratação da brasileira Marta, maior nome do futebol feminino no Brasil.

Leia mais:

Marta relembra chegada na Europa e comentários de jornalistas: “Diziam que eu não ia vingar”

Atacante do São Paulo, Cristiane conta que “arrancava a cabeça das bonecas” para ficar chutando