Australian Open: relembre três finais históricas do Grand Slam australiano

O Aberto da Austrália termina neste final de semana.

Felipe Persiani
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/YouTube

O Australian Open é o primeiro Grand Slam da temporada e é disputado desde 1905. Um torneio tradicional e com várias finais que entraram para a história do tênis, seja no masculino e no feminino. Relembre três decisões que marcaram o esporte.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Australian Open: finais históricas

Federer x Nadal – 2009

Rafa vinha de uma semifinal desgastante contra Verdasco. O jogo durou 5h14. O primeiro set foi disputado e cheio de trocas de bolas de tirar o fôlego. Foram cinco quebras de saque – 3 para o espanhol e duas para Roger. Deste modo terminou 7 a 5 para Nadal.

O Leão da Montanha encontrou dificuldades no começo do segundo set, principalmente, por jogar pouco com o primeiro serviço, além do Toro Miura castigar o backhand de uma mão do suíço. Mesmo assim, reverteu e saiu vencedor – 6/3. Os sets seguintes (3º e 4º) seguiram a mesma dinâmica, ou seja, longos rallies, Nadal pressionando a esquerda de Federer e pontos fantásticos. O decisivo set foi de domínio de Rafa. Roger não aguentava mais fisicamente e o espanhol sobrou, fechando o set e a partida – 6/2.

Melhores momentos

Nadal x Djokovic – 2012

O jogaço durou cinco horas e 53 minutos. Trocas de bolas exaustivas foi comum durante todo confronto. Um rallie teve 31 trocas, Djoko caiu de costas na quadra e mandou Rafa para o fundo para se recompor.

“Eu estava pensando em pegar um pouco de ar e tentar me recuperar para o próximo ponto… Mil pensamentos passando pela mente. Tentando separar o certo do errado. Tentando priorizar o próximo ponto”, disse Novak após a final sobre a longa troca de bola.

Melhores momentos

Osaka x Kvitova – 2019

O primeiro set foi equilibrado, com as sacadoras levando vantagem sobre a oponente. O duelo foi para o tie break.  A japonesa abriu 5 a 1. Kvitova não conseguiu reagir e perdeu por 7 a 2.

Osaka abriu 4/2 no set seguinte, teve três match points, mas a Tcheca não se deu por vencida e virou o set, deixando tudo empatado. A história se repetiu no último set. Naomi saiu na frente por 4/2. No sétimo game, Petra saiu de um 0/40 e se manteve apenas uma quebra atrás. Contudo, a japonesa não deu mais chances e fechou em 6/4, levantando a taça do Aberto da Austrália.

Melhores momentos

LEIA MAIS

Djokovic “maltrata” Federer com jogada em semifinal do Australian Open; assista