Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Donald Cerrone fala sobre recordes pessoais e traça estratégia para derrotar McGregor no UFC 246

Em conferência com jornalistas, o americano Donald Cerrone falou sobre o ‘mega combate’ contra Conor McGregor no UFC 246

Diego Lucio Castro de Oliveira
Torcedor do Corinthians, e amante de MMA e Pro-Wrestling. Profissional de TI e futuro jornalista

Crédito: Reprodução/UFC

No próximo sábado(18), acontecerá o UFC 246, e o combate que todos esperam é entre Donald Cerrone e Conor McGregor. Mas se engana, quem acha que a luta tem tamanha proporção, apenas pela volta do ‘falastrão irlandês’. Cerrone coleciona recordes no UFC, e quer quebrar mais alguns na luta contra McGregor.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Fala ‘Cowboy’!

Quebra de recordes

Em Las Vegas no UFC 246, Donald Cerrone chegará a 34ª luta no Ultimate, quebrando o recorde de lutador com mais combates na organização. Mas não é o único que ele deseja quebrar.

“Esta será a minha luta de número 34, mas eu não vou quebrar apenas mais um recorde. Vou quebrar cinco ou seis recordes neste sábado. Era sobre isso que eu queria que você falasse. Com certeza mais um bônus, mais um nocaute ou finalização, mais uma luta e mais uma vitória. Pode avisá-lo que nós vamos passar por cima. Essa é a parte mais legal. Toda vez que eu entro no octógono, eu bato mais um recorde. Isso é legal ou não é? Você vai quebrar mais um recorde sendo você mesmo, então é mais maneiro ainda. Quando eu me aposentar e sair desse esporte eu quero ter me divertido tanto, esses garotos que estão chegando agora, as “mini-Maycee Barber” vão querer me ultrapassar, então eu preciso ter recordes muito bons para eles não conseguirem fazer isso.”

Melhor jeito de vencer McGregor

Cerrone não titubeou na hora de ‘desenhar’ a luta perfeita contra McGregor.

“Nocaute com um chute na cabeça no quarto round. Eu quero entrar lá me testar, testá-lo e fazer uma luta movimentada. Treinei duro para isso, estou aqui para isso. Tem muita glória quando você nocauteia alguém logo de cara, mas para mim a glória é muito maior quando você entra para lutar e responde aquelas perguntas que estão na sua mente. Entra lá como um selvagem, dá um passo para trás quando leva um golpe, engole o soco e continua indo para frente. Essa é a doença que eu tenho e que eu amo. Se eu pudesse ter uma luta perfeita, seria uma luta dura lá e cá, quase uma briga de rua.”

Desafio ao irlandês

O ‘Cowboy’ foi um dos muitos que desafiaram McGregor nessa volta ao UFC. E ele contou como funcionou o desafio.

“Eu estava fazendo o mesmo que todo mundo. Lançando o desafio e deixando ele escolher. E aí, p*** m***, funcionou, né? É legal, estou feliz por estar aqui. Se você olhar para todos os atletas do UFC, se tem alguém que merece essa luta, esse alguém sou eu. Dediquei meu tempo, meus esforços e agora estamos aqui falando de novo.”

Maior luta da carreira? Nada disso!

Perguntado se essa seria a maior luta de sua vida, Donald Cerrone explicou o porquê de ser ‘apenas mais uma’.

É claro que eu estou curtindo. Eu aproveito muito essa jornada toda. Tudo isso, vocês todos aqui falando comigo, é muito legal. Um dia eu não vou mais ter tudo isso, vou estar em casa sentado e pensar: “Caramba, ninguém mais quer me ligar para uma entrevista de uma hora!”. Então é uma experiência divertida. Semana de luta é sempre insana, uma corrida selvagem, e essa semana vai ser ainda maior e melhor. Mas para mim essa não é uma luta maior, é a mesma coisa. Eu vou lá fazer o que sempre faço e eu amo cada minuto. Não é porque estou lutando contra Conor que eu acho “Oh, vai ser a maior luta da minha vida!”. Vou treinar, sentar em casa, deitar na minha cama à noite, e é isso… Sábado vou fazer o que eu tanto amo.

Vale lembrar que tudo sobre a luta entre Conor McGregor e Donald Cerrone e sobre o UFC 246, você confere aqui no Torcedores.com .

LEIA MAIS
Conor McGregor provoca Donald Cerrone antes de combate no UFC 246: “Eu o venceria até gripado”

Dana White cita ‘desrespeito’ em favoritismo de McGregor contra Cerrone: “É uma maluquice”

As melhores notícias de esportes, direto para você