Empresas japonesas querem lucrar com o calor durante as Olimpíadas

País espera forte onda de calor durante os Jogos Olímpicos. Pensando nisso, empresas do país já montam possibilidades de lucro durante a competição

Aécio de Paula
Colaborador do Torcedores

Crédito: Divulgação: Meiji Co.

A capital japonesa vai se preparando para receber o mundo nos Jogos Olímpicos deste ano. Portanto a palavra de ordem é preparação. Já se sabe, por exemplo, que Tóquio terá uma onda de calor durante a competição. Isso porque naturalmente o verão costuma ser rigoroso na época do ano em que os Jogos estão marcados. Vale lembrar que as Olimpíadas vão acontecer entre os meses de julho e agosto deste ano.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Pensando nisso, as empresas japonesas já começam a se movimentar. A ordem por lá é lucrar com o calor que é esperado. A produtora de alimentos Meiji Co é um exemplo claro disso. A Meiji é uma das maiores distribuidoras de alimentos da Ásia. Os presidentes já planejam enviar vários caminhões de alimentos para áreas próximas das arenas dos Jogos de Tóquio.

A ideia é apostar em diversos tipos de sorvete. Além disso, o sorvete teria vários tipos de coberturas internacionais. Ou seja, a marca quer aproximar os torcedores com os sabores de várias partes do mundo. “Queremos não apenas ajudar as pessoas a superar o calor, mas também esfriá-las com prazer”, disse Keisuke Ito. Ito lidera a divisão de promoção da empresa.

Além do calor

Além de usar o calor ao seu favor, as empresas também investem em aulas de idiomas para os seus funcionários. Foi algo que aliás também aconteceu no Rio de Janeiro, na preparação do Brasil para receber os Jogos Olímpicos de 2016.

Marcas como a FamilyMart também estão pensando nisso. Desde o ano passado, eles passaram a imprimir os rótulos dos seus produtos com informações em japonês e inglês. Assim, a empresa espera atingir o público visitante durante os Jogos de Tóquio. A empresa vende produtos como bolinhos de arroz, pão e outros tipos de lanches.

“Nossa meta é rotular mais produtos em inglês antes do início dos Jogos Olímpicos para ajudar visitantes do exterior”, disse um representante da marca em entrevista para o jornal The Japan Times.

LEIA MAIS

Tóquio quer usar Olimpíadas para fazer alerta sobre mudanças climáticas