Apesar da crise política, estafe de Jorge Jesus mostra otimismo por renovação com o Flamengo

Treinador tem contrato até o fim de maio e deve se reunir com a diretoria assim que retornar das férias para discutir a ampliação do vínculo

Matheus Leal
Colaborador do Torcedores.com e do Hashtag Rubro-Negro.

Crédito: Divulgação/Alexandre Vidal/Clube de Regatas do Flamengo

A crise política no Flamengo, exposta após o desligamento do gerente de futebol Paulo Pelaipe, que surpreendeu a todos na segunda-feira (06), não deve pesar nas negociações para a renovação do técnico Jorge Jesus até o fim da temporada 2020.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Com contrato apenas até maio, Jorge Jesus e Flamengo já iniciaram as conversas em busca de uma extensão contratual. Uma reunião entre as partes estava marcada para após a disputa do Mundial de Clubes, porém foi adiada e deve acontecer assim que o português retornar das férias. A previsão é que o treinador se reapresente ao Fla no próximo dia 19.

No último domingo, Jorge Jesus participou de um programa especial na CMTV, de Portugal, onde reafirmou que irá cumprir seu contrato com o Flamengo, porém não garantiu permanência após maio.

“Escolho as coisas em função daquilo que o meu coração indica. Não sei se vou continuar no Flamengo depois de maio. Até maio vou continuar, isso tenho certeza quase que absoluta… só se aparecer um Real Madrid, aí não podemos fazer nada”, disse o treinador.

Torcedores.com conversou com uma importante pessoa do estafe de Jorge Jesus, que afirmou que, apesar da fala do Mister, o cenário segue o mesmo e a tendência é uma extensão contratual até o fim de 2020: “Todos os cenários são teóricos e, logicamente, possíveis, mas penso que a tendência seja a renovação. Jorge também”.

Perguntado se a saída de Paulo Pelaipe e a crise política interna poderiam interferir, a resposta foi: “Não falamos sobre isso, mas se for grave não ajuda”.

No final de 2019, Jorge Jesus recebeu propostas da Itália, China e também Inglaterra, porém todas elas foram consideradas pouco relevantes na questão técnica. Inclusive as chinesas, onde se tornaria um dos treinadores mais bem pagos do mundo.

O Mister já deixou claro que sua prioridade é disputar grandes títulos, por isso sonha em assumir uma das cinco grandes equipes da Europa, apesar de nunca ter falado publicamente quais seriam. No entanto, ao que tudo indica, nenhuma delas deve ir atrás do português nos próximos meses, deixando o caminho aberto para a renovação com o Flamengo.

LEIA MAIS

Paulo Pelaipe é desligado do Flamengo e decisão escancara crise interna no clube

Flamengo envia proposta oficial e avança para ter Michael

Site vaza possíveis novas camisas de treino e aquecimento do Flamengo