Hamilton rebate jornais e diz que ainda não negocia renovação com a Mercedes

Contrato do inglês com a montadora alemã se encerra no final de 2020

Carlos Henrique Correia
Colaborador do Torcedores.com.

Foto: Reprodução / Facebook Oficial Lewis Hamilton

A temporada de 2020 da Fórmula 1 ainda nem começou, mas já rendeu diversas pautas nos jornais e sites do Brasil e do mundo. Um dos assuntos mais comentados dos últimos dias é a negociação de Lewis Hamilton com a Mercedes, que ainda não aconteceu.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O vínculo do inglês com a montadora alemã se encerra ao final no próximo mês de dezembro. O contrato de Valtteri Bottas tem a mesma validade. Com isso, caso a equipe permaneça na principal categoria do automobilismo mundial após 2021, ano que o novo regulamento entra em vigor, muitos esperam que a parceria que dominou as pistas nas últimas épocas continue firme.

Na última terça-feira (28), o jornal italiano ‘Corriere dello Sport’, publicou que o piloto pediu um aumento de salário para continuar com a atual campeã do Mundial de Construtores. O atual salário do #44 é de 42 milhões de euros, cerca de 195 milhões de reais. De acordo com a publicação, o novo valor seria de 55 milhões de euros, algo que gira em torno de 255 milhões de reais, para mais quatro temporadas.

Hamilton usou as redes sociais para se posicionar sobre o assunto. “FYI (para sua informação) Toto e eu nem falamos sobre o contrato ainda”, dizia um trecho do post. “Nada está sendo negociado atualmente, os jornais estão inventando histórias”, encerrou.

O primeiro Grande Prêmio de F1 do ano será realizado na Austrália, no circuito de Albert Park, localizado na cidade de Melbourne. A data da prova está programada para o dia 15 de março.

LEIA MAIS