Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

NFL: qual o segredo da surpreendente campanha do Tennessee Titans?

Tennessee Titans surpreendeu a NFL ao eliminar dois favoritos nos playoffs e chegar a final da AFC

Antonio Carlos Junior
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Twitter Titans

O fator zebra está presente em praticamente todas as modalidades esportivas, mas o Tennessee Titans desafiou a lógica na temporada 2019/20 da NFL. Após um início decepcionante, a equipe de Nashville venceu sete dos últimos dez jogos, conquistou vaga nos playoffs e, de cara, eliminou New England Patriots e Baltimore Ravens da disputa.

Você já conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Após um início ruim com apenas duas vitórias nos primeiros seis jogos e muitas críticas, o Titans se recuperou de maneira espetacular. Mas quais foram os fatores dessa recuperação?

Entrada de Ryan Tannehill

Embora os números de Marcus Mariota não sejam ruins, o agora QB reserva do Titans não conseguiu evoluir seu jogo. Nos seis jogos em que começou como titular na temporada, o Titans apresentou média inferior a 200 jardas aéreas. A falta de um ataque aéreo explosivo também barrou o jogo corrido da equipe de Tennessee.

Foi então que, após a 4ª derrota na temporada, Mike Vrabel promoveu a mudança para Ryan Tannehill. Cercado de desconfiança no início, Tannehill logo promoveu as alterações necessárias no ataque da equipe. Sob seu comando, o Titans aumentou as jardas em passes para 260 por partida. Mais do que isso, Tannehill se mostrou muito confortável em passes longos, o que abriu espaço para as corridas de Henry. Com a mudança no ataque, o play action também se tornou uma arma especial e deixou o ataque de Tennessee extremamente dinâmico.

Derrick Henry

Ano após ano, Derrick Henry se mostra um RB extremamente confiável. Após um início de temporada irregular, Henry desencantou na semana 10 com 188 jardas. Com a equipe mais acostumada à Tannehill no comando, a linha ofensiva conseguiu abrir espaços, e Henry não decepcionou. O Titans emplacou quatro vitórias seguidas, Henry teve média de 150 jardas por jogo e anotou 7 touchdowns.

Defesa

Pouco comentada durante a temporada, a defesa do Titans mostra evolução a cada rodada. Nos últimos três jogos (incluindo playoffs) a equipe sofreu apenas 13 pontos por jogo. No período a equipe enfrentou três ataques potentes (Texans, Patriots e Ravens). A unidade defensiva de Tennessee lidera os playoffs com três interceptações e dois fumbles forçados e demonstra que, nem só do ataque sobrevive o sonho do Super Bowl.

LEIA MAIS

Garoppolo rasga elogios à Aaron Rodgers, adversário da final da NFC: “é impressionante”