Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Pokémon HOME: saiba como funcionam os Mystery Gifts

O serviço Pokémon HOME acrescenta muitas novidades ao universo dos monstrinhos de bolso, entre elas, as Mystery Gifts

Gisele Henriques
MBA em Administração e Marketing, Pós Graduada em Jornalismo Esportivo, graduada em Licenciatura em Artes Visuais, Tecnologia em Marketing e Bacharelado em Administração, é graduanda de Direito e de Jornalismo.

Crédito: Imagem: Divulgação

As Mystery Gifts em Pokémon HOME serão uma boa oportunidade de garantir alguns itens especiais para os monstrinhos, com possibilidade de uso nos jogos compatíveis e no próprio serviço; entenda:

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Confira também: Cinco melhores jogos grátis para PC; veja a lista neste link.

De acordo com comunicado de imprensa da Pokémon Company, será possível receber as Mystery Gifts (presentes misteriosos) na versão para dispositivos móveis de Pokémon HOME: com esta funcionalidade, o jogador poderá receber Mystery Gifts específicos para os jogos Pokémon Sword e Pokémon Shield, bem como presentes de uso exclusivo no Pokémon HOME.

Os Pokémon recebidos através da função dentro do serviço, serão armazenados em uma Caixa. É importante lembrar que algumas funcionalidades não estarão disponíveis para usuários menores de 16 anos de idade; além do que, algumas funções poderão não ser suportadas em alguns modelos de dispositivos e sistemas operacionais.

O jogador também poderá receber alguns presentes especiais, como itens para os Pokémon, ou receber um código para um Mystery Gift no Pokémon HOME que poderá ser utilizado em Pokémon Sword ou Pokémon Shield.

Ou seja, os Mystery Gifts serão um sistema semelhante aos Presentes já conhecidos pelos jogadores de Pokémon GO, porém, com inúmeras possibilidades de uso.

LEIA MAIS:

POKÉMON GO: CONFIRA OS EVENTOS DE JANEIRO DE 2020

POKÉMON SWORD E SHIELD: CONHEÇA OS LENDÁRIOS ZACIAN E ZAMAZENTA

NINTENDO YEAR IN REVIEW 2019: SAIBA COMO VER AS ESTATÍSTICAS DO SWITCH