Treinador de McGregor nega perda de fãs na Irlanda: “Twitter não é vida real”

John Kavanagh rebateu a noção de que os recentes problemas e derrotas tenham feito o ‘Notorious’ ter apoio em sua terra natal.

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Reprodução

Conor McGregor sempre mostrou orgulho de ter vindo da Irlanda. E, com isso, uma multidão de fãs do país se agitam a cada luta do ‘Notorious’ no UFC para mostrar sua torcida pela estrela. Mas os problemas recentes do irlandês poderiam ter causado dano em sua popularidade no país?

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

Acusações de estupro, agressão a um idoso no bar, confusões e bravatas, além da derrota para Khabib Nurmagomedov, colocam dúvidas sobre se o principal esportista irlandês ainda tem o país o apoiando firmemente. Em entrevista ao podcast Eurobash, o treinador de McGregor, John Kavanagh, negou que haja queda de popularidade de seu pupilo.

“Acho que as pessoas deveriam passar um tempo comigo dirigindo por Dublin de carro com o Conor ou acompanhando ele fazer compras e ver pessoas pedindo selfies e pessoas o cumprimentando toda hora. Acho que as pessoas confundem demais o Twitter com a vida real e acreditam no que dizem lá, mas muita pouca gente está no Twitter”, afirmou Kavanagh.

“Na vida real, quando estamos indo para o aeroporto ou para qualquer lugar de Dublin, uma multidão grita e nos segue. Não sei se concordo com isso, mas sei que, se o Conor vencer a luta, alguns no Twitter vão escrever coisas boas sobre ele, mas não irei apostar nisso”, completou.

A grande chance de  ver se Conor McGregor continua com sua popularidade intacta será neste sábado (18), quando enfrentará Donald Cerrone na luta principal do UFC 246.

LEIA MAIS

McGregor afirma que luta nos meio-médios contra Cerrone foi por evitar corte de peso

(Crédito da foto: Reprodução)