Adversário do Corinthians na Libertadores pode sofrer punição por escalação irregular no Paraguai

Após vitória na Libertadores, adversário do Corinthians pode sofrer punição por escalação irregular neste final de semana

Luis Fernando Filho
Jornalista formado, 23 anos, e fanático pelo futebol bem jogado para além das quatro linhas.

Crédito: Divulgação/Guarani

O adversário do Corinthians na ‘pré-Libertadores’, o Guarani se envolveu em escândalo pelo Campeonato Paraguaio, após suposta escalação irregular de estrangeiro.

Conheça a 1xBet:

Um novo jeito de fazer sua aposta esportiva!

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Na vitória diante do Olímpia, atual campeão nacional, o time acabou sendo acusado pela escalação de um sexto estrangeiro na escalação, o que seria proibido pela federação do país.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Acontece que o máximo permitido no Campeonato Paraguaio é de cinco atletas estrangeiros no elenco. No entanto, o Guarani escalou o defensor Johan Romaña no segundo tempo.

Antes disso, o clube já havia escalado em campo outros cinco estrangeiros- Nicolás Maná Gaspar Servio, Nicolás Merlini, Fernando Barrientos e Rodrigo Fernández Cedres.

No entanto, a alegação do Guarani é que Romaña não teria o visto de estrangeiro, visto que o primeiro contrato profissional fora assinado no clube paraguaio.

As acusações contestam o discurso do defensor e afirmam que o atleta já disputou jogos na Colômbia, seu país de origem, em meados de 2016.

Adversário do Corinthians pode se complicar e acusação sobre o atleta

O atleta, por sua vez, contrariou a acusação: “Meu primeiro contrato profissional foi aqui em Guarani. Não sei muito sobre isso, mas no Paraguai assinei meu primeiro contrato. Na Colômbia, joguei como amador”, disse.

O responsável por escalar o atleta, o treinador Gustavo Costas questionou a acusação feita pelo Olímpia, o que ocasionaria na perda dos três pontos conquistados pelo Guarani.

“O Olímpia é um clube grande demais para vencer um jogo na mesa, acho que as grandes equipes operam de maneira diferente, e a Olímpia provou isso, é por isso que está ganhando quatro campeonatos”, ironizou o técnico do clube paraguaio.

Apesar disso, se as acusações se confirmarem, o adversário do Corinthians não deve sofrer punição a nível de Libertadores, já que o jogo foi válido pela competição nacional.

Vencedor no jogo da ida, no Paraguai, o Guarani viaja até à capital paulista para jogar a classificação diante do Corinthians, na quarta-feira (12), às 21h30 (horário de Brasília), pela Libertadores.

LEIA MAIS: FELIPE MELO publica vídeo assistindo jogo do BOCA e jornal argentino destaca: “O fã mais fiel”

GUARDIOLA rebate jornalistas sobre influência no clube: “Jogadores não vêm ao City só por minha causa”