Alonso afirma que correrá Indy 500, mas não revela a equipe

Piloto espanhol apontou que a disputa da modalidade é seu principal objetivo de 2020 e falou sobre retornar à F1

Brendo Romano
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Divulgação/Toyota

Em 2020, o principal objetivo de Fernando Alonso é disputar as 500 milhas de Indianápolis. Está convicto que estará no grid da atual temporada, entretanto não foi revelado o nome da equipe. Nesta temporada, ele busca participar pela segunda vez da maior prova da categoria. Em 2017, correu pela McLaren, que tinha parceria com a Honda e a Andretti. Porém, abandonou a prova por problemas em seu motor.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!

Siga o Torcedores também no Instagram

Em 2019, o piloto venceu por duas vezes às 24 Horas de Le Mans e voltou a fazer parceria com a sua antiga equipe de F1. Ele participou do Bump Day, para definir os últimos classificados para a prova, mas não obteve sucesso e ficou fora da corrida.

Em entrevista ao Mundo Deportivo, o piloto disse: “Claro. Já disse e sabe que é o meu maior desafio neste calendário mais calmo que tenho com menos corridas. Estou atrás da Tríplice Coroa”, comentou Alonso a respeito da possibilidade.

Porém, ao ser perguntado se teria algum acordo fechado para correr a Indy 500, Fernando despistou. “O que você acha?”, respondeu.

Piloto ainda comentou sobre possível volta à F1

Alonso também falou sobre uma possível volta a Fórmula 1: “Ainda não sei, mas é o que mais me perguntam. É mentira que estou em conversas com uma equipe. Vou ver no verão. Na F1, não há muitos desafios para mim já que os conquistei”, disse.

Por fim, Fernando Alonso ainda disse que só volta para categoria caso sinta falta, pois seu objetivo é outro: “Então, seu eu voltar é pelo ambiente, não porque preciso. Tenho outros sonhos para preencher com mais prioridade”, finalizou.

LEIA MAIS: 

Fórmula Indy: Penske rechaça ideia de classificação automática para prova