Brasileiro Michael Pereira conta com ajuda de ex-BBB para luta de sábado

O lutador brasileiro fará sua terceira luta no UFC e contou com preparação especial para o combate

Lucas Antonio Luz Iglesias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Getty Images

Neste sábado (15), tem mais uma edição do UFC. É a Nigh Fight 167 em Rio Rancho, no estado do Novo México, nos Estados Unidos. E vamos ter o brasileiro Michael Pereira no octógono. Ele vai medir forças com o americano Diego Sanchez.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

O confronto será válido pelo peso meio-médio e quem conhece o brasileiro já pode esperar uma luta que fuja totalmente do padrão. Ele é conhecido por malabarismo, golpes plásticos e muita irreverência durante a luta.

Pereira tem apenas 26 anos, mas conquista cada vez mais fãs com seu estilo de “showman”. Inclusive já tem um apelido: “Paraense Voador”. O lutador vai buscar uma exibição convincente nesta terceira luta dele pelo UFC.

“O UFC, de uns tempos para cá, estava muito chato. os caras lutam muito igual e não se esforçam para trazer um novo estilo ou coisas novas. Então eu sou essa pessoa que veio para dar show… Sempre trago coisas novas e tenho muito o que mostrar ainda”, disse em entrevista a ESPN.

Michael Pereira utiliza nos treinos e nas lutas uma mistura de artes marciais mistas com dança. Inclusive foi professor de zumba antes de se transformar em um nome da luta: “Sempre gostei muito de dançar. Faz parte também do meu estilo de luta. Coloco um pouco de cada coisa”, afirmou.

Na primeira luta dele pelo UFC, venceu Danny Roberts, em menos de dois minutos, depois de uma joelhada certeira, seguida de um direto. Na segunda, deu show, mas acabou derrotado por Tristan Connelly. O resultado ruim não o abala: “Sempre lutei assim e vou continuar. É o jeito que eu sei lutar e não vou mudar por causa de ninguém”, garantiu.

O brasileiro contou com uma personalidade nos últimos dias de preparação: o ex-BBB, Kléber Bambam. O campeão de uma das primeiras edições do programa global, é amigo pessoal do lutador e inclusive faz parte da equipe que foi aos Estados Unidos, apoiar o atleta.

“(O Kléber) É um cara legal, bateu a amizade. A gente gosta de andar junto. É o tempo todo brincando, rindo… Ele é alegre, sempre feliz. Isso ajuda muito nos meus treinos, na tirada de peso… Eu gosto de ter pessoas boas ao meu lado e ele é um desses caras”, revelou Pereira.

Ele finalizou a entrevista com expectativas positivas em relação a luta de sábado: “Tenho certeza que vai ser uma grande batalha. Vai ser a melhor luta da noite, tenho certeza disso. Vamos dar um grande show para o público de UFC”.

LEIA MAIS:

FIQUE DE OLHO! NOVA GERAÇÃO PODE SUBIR O NÍVEL DE PORTUGAL