Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Cantillo pede paciência ao Corinthians no jogo de volta, mas projeta nervosismo: “Desespero vai acontecer”

O Corinthians perdeu por 1×0 para o Guaraní-PAR fora de casa, e está em desvantagem no confronto da Pré-Libertadores. O volante Cantillo falou sobre o resultado negativo

Diego Lucio Castro de Oliveira
Torcedor do Corinthians, amante de MMA e Pro-Wrestling, profissional de TI e futuro jornalista

Crédito: Rodrigo Gazzanel/Ag. Corinthians

E o fantasma da Pré-Libertadores e do próprio Guaraní-PAR voltaram à tona. O Corinthians foi derrotado no jogo de ida da 2ª fase preliminar da Libertadores e terá que reverter o placar de 1×0 em casa. O volante Cantillo falou sobre o revés.

Com o meu BMG Corinthians o seu time sempre ganha. Abra sua conta!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Fala Cantillo!

Cantillo analisou os erros do Corinthians na partida. O volante viu um time jogando muito pelo meio e pouco pelas pontas.

“Acredito que, no segundo tempo, erramos muito por dentro. Tínhamos que ir mais abertos. Mas no geral, a equipe fez um bom jogo. Em casa temos que ir forte para reverter o jogo.”

O colombiano voltou a falar da postura do Corinthians dentro de campo, e citou até um certo controle da equipe durante a partida,

Acredito que fizemos um bom jogo no primeiro tempo, controlamos a partida. Na segunda etapa erramos o caminho, tínhamos que ir mais por fora. A equipe fez um bom jogo. Sabemos que jogar bem não adianta sem o resultado, mas sabemos que é mais fácil ganhar se seguirmos trabalhando assim.

Cantillo finalizou pedindo paciência, e citando até um possível nervosismo do Corinthians no jogo da volta.

“Temos que ter paciência, tranquilidade, impor nosso ritmo, que vai ser importante. O desespero vai acontecer, mas temos que enfrentar a partida, sabemos que será difícil.”

O jogo de volta acontece na próxima quarta(12), às 21:30 na Arena Corinthians. O Timão precisa fazer dois gols de diferença para avançar de fase.

LEIA MAIS
Do vexame histórico em 2011 ao futebol bonito em 2015: Relembre o histórico do Corinthians na Pré-Libertadores