Myles Garrett volta a se pronunciar sobre agressão a Mason Rudolph: ‘me chamou de negro estúpido’

Jogador do Cleveland Browns foi reintegrado pela NFL nesta semana, após receber suspensão por tempo indeterminado

Jonatas Pacheco
Colaborador do Torcedores.com.

Crédito: Reprodução/Instagram @clevelandbrowns

Myles Garrett se defendeu novamente sobre o episódio de agressão com um capacete a Mason Rudolph, quarterback do Pittsburgh Steelers, na semana 11 da última temporada da NFL.

Em entrevista à ESPN americana, o defensive end do Cleveland Browns afirmou que o adversário o atingiu com insultos racistas.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

“Ele me chamou de ‘negro’. Ele me chamou de ‘negro estúpido’. Quando eu escutei, algo dentro de mim se incendiou. Eu tentei deixar passar e me acalmar, mas quando ele falou, todo o sentimento voltou. Definitivamente não é tudo culpa dele. Nós dois fizemos coisas que não devíamos”, afirmou Garrett.

O jogador também comentou sobre a possibilidade de existir um áudio para confirmar a alegação de que teria sido alvo de racismo por parte de Rudolph.

“Pelo o que eu sei, pode haver um áudio do jogo no qual algo poderia ser ouvido. Mas eles não querem dizer. Se a NFL quiser investigar, é uma decisão deles”, explicou.

Na última quarta-feira (12 de fevereiro), a NFL retirou a suspensão por tempo intedeterminado que impedia Myles Garrett de jogar e estar integrado ao elenco dos Browns.

Veja o vídeo da agressão

LEIA MAIS

Paz? Antonio Brown pede desculpas a Ben Roethlisberger após polêmicas

Atleta que protestava contra bandeira dos EUA na NFL vai lançar livro

NFL: Quais são os melhores jogadores que podem ‘testar’ a Free Agency em 2020?