Torcedores | Notícias sobre Futebol, Games e outros esportes

Jon Jones admite que foi surpreendido por Reyes, aceita revanche, mas deixa decisão com Dana White

Jon Jones admite possibilidade de revanche contra Dominick Reyes, mas deixa para Dana White resolver e ainda se esquivou sobre uma mudança de categoria

Vinicius Matheus Froes de Oliveira
Jornalista. Social Media no PL Brasil. Redator no Território MLS e Torcedores.com. Bigode escroto e meias esquisitas. MLS, NWSL, Liga MX, J-League, SPL, QSL, CSL e outras ligas alternativas

Crédito: Divulgação/UFC

Jon Jones, que venceu Dominick Reyes em decisão polêmica dos jurados no UFC 247, admite que foi surpreendido pelo adversário. Foi a 14ª vitória de Jones em lutas de cinturão, recorde da organização. E ainda igualou Demetrious Johnson no número de defesas de título (11).

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Sim, ele me surpreendeu. Fez um grande trabalho e tem o meu respeito. A diferença na luta foram as quedas. Não o mantive no chão por muito tempo, mas consegui derrubá-lo várias vezes. Sabia que (a luta) estava parelha. Eu dominei o quinto round. Senti que o machuquei mais vezes que ele me machucou. Aquele quinto round me deu a luta. Acredito com todo o meu coração que venci essa luta. O Dominick é melhor do que eu imaginei. Ele pode nocautear qualquer um da divisão”, afirmou o campeão dos meio-pesados do UFC.

Sobre uma possível revanche contra Dominick Reyes, Jon Jones relata não haver problemas em aceitar, se é o que o público quer, mas deixa a decisão com Dana White, presidente do UFC.

“É o meu trabalho abraçar os desafios mais difíceis. É isso que significa ser um campeão. Enfrentei DC (Daniel Cormier) duas vezes. Não tenho problema em assinar o contrato (para a revanche com Reyes). Se o povo quiser me ver lutando com Dominick novamente, caberá a Dana White encontrar uma maneira de fazer com que isso aconteça”, disse Bones.

Durante a entrevista coletiva após a luta, Dana White fugiu de uma confirmação de revanche, mas também admite a possibilidade. “Quando você olha as coisas que esses dois caras fizeram na luta, eles lutaram de uma maneira inacreditável. Os dois cometeram erros, e acho que vão rever o combate, voltar para a academia e trabalhar para melhorar. Quando esses dois lutarem novamente, será ainda melhor do que foi essa noite”, afirmou o mandatário do UFC.

Jon Jones se esquivou quando perguntado sobre uma possível mudança de categoria. “Vou falar com os técnicos e ver o que vou fazer. Tenho que comemorar. Minha avó está aqui, é a primeira vez que ela veio me ver lutar. Estou muito feliz”, destacou o atleta norte-americano.

LEIA MAIS:

Jon Jones e Valentina Shevchenko mantêm cinturões. Relembre os atuais campeões do UFC

UFC 247: Confira TODOS os resultados do evento

Em luta eletrizante, Jon Jones vence Dominick Reyes e se mantém como campeão dos meio-pesados

As melhores notícias de esportes, direto para você