Malcom: “Messi supre alguns problemas do Barcelona”

Ex-atleta do Barcelona, brasileiro Malcom abre o jogo em entrevista

Lucas Antonio Luz Iglesias
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução

O brasileiro Malcom disputou a temporada 2018/19 no Barcelona, sem brilho, foi presença constante no banco de reserva. Agora no Zenit, ele foi a contratação mais cara da história do clube russo: 40 milhões de euros. Se lesionou e só agora começa a se recuperar depois de cinco meses lesionados.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Ele deu uma entrevista ao portal Marca, onde falou da temporada atual e do tempo de Barcelona. Sobre a lesão, disse: “Passou tudo muito rápido. Quando cheguei, o treinador me disse que queria que voltasse a bater faltas e escanteios, e como tinha muita vontade, depois dos treinamentos, ficava treinando, creio que sobrecarreguei e rompi o tendão. Agora tenho vontade de voltar a jogar”.

Malcom também comentou sobre a escolha pelo Zenit: “Tinham três ou quatro interessados, mas o Zenit era o que tinha mais vontade de me ter. Os brasileiros que jogaram aqui fizeram história e eu quero também fazer história e ser um ídolo aqui”.

Sobre Messi e a qualidade dele esconder os problemas do Barcelona, falou: “Leo é o melhor jogador do mundo, às vezes faz coisas de louco e ajuda muito o Barça. Por isso, às vezes quando falam do Barcelona falam do Leo. É normal, por tudo o que fez”.

Ele também explicou o motivo que o levou a sair da equipe catalã: “Eu só queria jogar futebol, todos os jogadores profissionais querem jogar e o Zenit me queria. Assim, escolhi o Zenit. Não tinha problemas nem saí com problemas, às vezes ainda falo com Abidal. Fui para o Zenit porque queria jogar”.

LEIA MAIS:

FIQUE DE OLHO! NOVA GERAÇÃO PODE SUBIR O NÍVEL DE PORTUGAL