Matheus Cunha deixa claro aos responsáveis do Hertha Berlim seu desejo de disputar as Olimpíadas: “Não vou abrir mão disso, por nada”

Matheus Cunha foi artilheiro do pré-olímpico que teve fim no começo da semana

Jeferson Macedo
Colaborador do Torcedores

Foto: Divulgação/Lucas Figueiredo/CBF


A classificação da seleção brasileira para o torneio de futebol nos Jogos Olímpicos de 2020 começa a levantar alguns problemas para os jogadores.

Já que a competição é disputada em agosto, fora das datas FIFA, e os clubes não são obrigados a libertar os atletas, o que pode gerar desentendimentos entre jogadores e diretorias.

Você conhece o canal do Torcedores no Youtube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Em entrevista ao Globoesporte.com, Matheus Cunha falou sobre a situação e deixou claro ao aos responsáveis do Hertha Berlim que deseja disputar a competição, caso seja convocado.

“Se eu for convocado para os Jogos Olímpicos vou lugar com unhas e dentes para estar em Tóquio. Não vou abrir mão disso, por nada. Vestir a camisola da seleção é o que me deixa mais feliz profissionalmente. Tenho noção que pode dar alguns problemas, mas espero conseguir resolver tudo” disse o jogador.

Formado no Coritiba, Matheus Cunha está no futebol alemão desde 2018, onde atuou pelo Leipzig, lá marcou oito gols  em 52 jogos.

Desde janeiro Matheus Cunha é jogador do Hertha Berlim, porém, o jogador ainda não atuou pelo clube, já que esteve com a seleção do Brasil no torneio pré-olímpico. Na competição, marcou cinco gols e foi o artilheiro.