Neto diz que Cássio tomou “frangaço” e que Corinthians foi “roubado” pela arbitragem em eliminação para o Guaraní

Para Neto, goleiro do nível do Cássio não pode tomar o gol que tomou, mas apesar disso, para ele, o Corinthians foi prejudicado pela arbitragem

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/Band

O apresentador Neto abriu a edição do ‘Os Donos da Bola’ desta quinta-feira (13) falando sobre a eliminação do Corinthians na pré-Libertadores após o placar agregado de 2 a 2 com o Guaraní, do Paraguai. Para o ídolo corintiano, a equipe comandada por Tiago Nunes jogou bem, mas foi prejudicada pela arbitragem do argentino Néstor Pitana.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Não estou de fralda. Poderia estar de fralda, mas não estou, até porque o Corinthians foi roubado. meteram a mão no Corinthians. O Corinthians jogou mal? Fez 2 a 0 quando estava com um (jogador) a menos. O Pedrinho não era para ser expulso. A falta do Gil não existiu. O Corinthians ontem foi roubado de novo. O Corinthians fez 2 a 0, aí o Cássio toma um frangaço, o Vagner Love perde um gol que não pode perder, a lombriga deu certo para o Luan, que jogou bem, Mauro Boselli eu tenho que calar a boca porque ele corre e faz os gols. Aí o seu Sidcley não consegue voltar para marcar. E aí no gol, que foi um frango do Cássio, não foi falta.Se não tivesse dado falta, não teria saído o gol”, disse Neto.

“E aí tem a vergonha do Andrés (Sanchez, presidente do Corinthians), que fala assim “Não está tudo bem, está tudo certo”. Não está tudo bem. Não pode cair na pré-Libertadores. O Corinthians fez os dois gols que precisava, mas roubaram de novo o Corinthians”, acrescentou o apresentador.

Neto também comentou a expulsão de Pedrinho, ainda no primeiro tempo. “Todo mundo agora quer acabar com o Pedrinho. O primeiro amarelo foi válido, não tem discussão. Ele foi infantil ao dar a bicicleta? Sim. Ele prejudicou o Corinthians? Sim.Mas aonde que pegou no adversário? Pegou a bola. Ele (Pedrinho) foi imprudente, mas precisava dar o segundo amarelo? Não era para expulsar o menino. (…) Se tem o VAR não teria expulsão”.

O apresentador ainda aproveitou a oportunidade para relembrar a polêmica saída de Ralf um dos principais jogadores da equipe na última década, e que não estava nos planos do técnico Tiago Nunes. “A bola pune, velho. Pode ter certeza que a bola pune. O que se faz aqui, paga aqui. Vocês lembram do Ralf? Vocês lembram o que fizeram com o Ralf? Será que, talvez, (a eliminação) não seja um recado do que fizeram com o Ralf? O que vocês fizeram com o Ralf, talvez esteja aí, a bola não entra, o grande goleiro toma um frango…”, questionou.

LEIA MAIS:
Tiago Nunes pede desculpa para arbitragem brasileira para criticar Pitana após eliminação do Corinthians: “Foi determinante”