Tiago Nunes pede desculpa para arbitragem brasileira para criticar Pitana após eliminação do Corinthians: “Foi determinante”

Tiago Nunes não poupou críticas a Néstor Pitana, responsável por apitar a partida do Corinthians contra o Guaraí-PAR

Danielle Barbosa
Colaborador do Torcedores

Crédito: Reprodução/TV Globo

O Corinthians venceu o Guaraní-PAR por 2 a 1 nesta quarta-feira (12), em jogo disputado em itaquera, válido pela rodada de volta da Pré-Libertadores, mas o placar não foi suficiente para classificar a equipe alvinegra para a próxima fase da competição, isso porque o time paraguaio havia vencido o jogo de ida por 1 a 0 e ficou com a vaga pelo gol marcado fora de casa. Após a partida, o técnico Tiago Nunes criticou a arbitragem do argentino Néstor Pitana, que faz parte do quadro da Fifa e é considerado um dos melhores árbitros do futebol sul-americano.

Cartão de crédito sem anuidade? Abra sua conta Meu BMG agora!

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

“Primeiro queria agradecer o nosso torcedor que valorizou muito o esforço dos atletas em campo aplaudindo depois da partida. Também parabenizar os jogadores pelo o que eles fizeram em termo de atuação, se doaram muito. Criamos o suficiente para vencer”, iniciou Tiago Nunes.

“Ao mesmo tempo, pedir desculpas a arbitragem brasileira pela crítica que fazemos, ainda mais enfrentando uma arbitragem terrível como a de hoje, do Néstor (Pitana). Um cara experiente no futebol, sabe levar um jogo da maneira que deseja. Foi determinante. Importante lembrar que vencemos, criamos para tal, jogamos com um a menos. Fomos superiores ao adversário nas duas partidas. Em um momento pontual, até o momento que houve a falta que não aconteceu, o Gil não toca no jogador deles. Quando as coisas fogem do nosso controle, saem da normalidade do campo, é difícil fazer uma avaliação precisa”, acrescentou.

Além da expulsão de Pedrinho por dois cartões amarelos ainda no primeiro tempo, outro lance que gerou muita reclamação foi o da falta que originou o gol do Guaraní, como citado pelo próprio Tiago Nunes – no lance, o árbitro marca falta do zagueiro Gil na entrada da área, mas no replay é possível ver que o jogador do time paraguaio se jogou; veja o lance:

Ao comentar a expulsão de Pedrinho, Tiago Nunes defendeu o camisa 10. “Não tem nada de vilão, é um jogador muito importante para a nossa equipe. A primeira falta foi um acidente, foi bem na minha frente. A segunda ele nem enxerga, está de costas tentando a bicicleta, mas o adversário antecipa. Como vou culpar? Não tem como. Enquanto esteve em campo contribuiu muito. Tem todo o nosso carinho. Eu não fico passando responsabilidade, temos que lamber nossas feridas, saber o que precisamos melhorar. Que esse momento sirva de aprendizado.”

LEIA MAIS:
Rizek rebate ofensas e “ameaças criminais” de empresário de Pedrinho e dispara: “Lamentável o garoto ter a carreira gerida por um ser tão baixo”