Rio Open terá sobrinho de Meligeni e nova geração brasileira em ação

Sobrinho de Fernando Meligeni, Felipe formará dupla com Thiago Monteiro na disputa das eliminatórias do Rio Open

Luis Feitosa
Jornalista graduado e amante de futebol e futebol americano

Crédito: Reprodução/Instagram

O Rio Open acontece entre os dias 15 a 23 de fevereiro e terá alguns jogadores da nova classe brasileira disputando a chave principal do torneio. Um nome histórico do tênis brasileiro, Fernando Meligeni terá a continuação do legado com a participação do sobrinho Felipe que fará dupla com Thiago Monteiro.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram

Além de Felipe Meligeni e Thiago Monteiro, o Brasil terá Orlando Luz e Rafael Matos também disputando a chave principal e João Menezes e Thiago Wild tendo que passar pelas qualificatórias para chegarem entre os grandes da competição. Outros atletas brasileiros mais experientes como Marcelo Melo, Bruno Soares e Marcelo Demoliner também estão confirmado na chave principal de duplas com o polonês Lukasz Kubot, o croata Mate Pavic e o holandês Matwe Middelkoop, respectivamente.

“A disputa de duplas tem cada vez mais importância, principalmente entre os brasileiros, que se destacam na modalidade. É mais uma chance que damos a nova geração brasileira de estar no Rio Open, conviver com grandes jogadores e viver a experiência de um ATP 500”, afirmou Luiz Carvalho, diretor do Rio Open.

Por outro lado, o Rio Open anunciou que Matteo Berrettini, número 8 do mundo, não irá disputar a competição. Em recuperação de uma lesão, o italiano não conseguiu concluir os tratamentos a tempo e optou por desistir do torneio. Com a desistência, o argentino Leonardo Mayer que estaria nas qualificatórias assumirá a vaga do tenista italiano. Neto de brasileira, Berrettini lamentou a ausência apesar de cumprir os procedimentos médicos necessários para a competição.

“Fiz de tudo para me recuperar e estar pronto para jogar o Rio Open. Estava super animado para jogar e ir ao Rio com a minha avó brasileira, mas infelizmente ainda preciso de mais dias de recuperação. Desejo sucesso ao torneio e nos vemos no ano que vem”, disse Matteo Berrettini.

LEIA MAIS:

Garín desiste do ATP de Buenos Aires: “Quero chegar bem ao Rio de Janeiro”