Santos: Pituca torce para seguir exemplo de ídolos e ter ‘cara no muro’

Volante tem jogado de forma mais ofensiva com Jesualdo Ferreira no Peixe

Victor Martins
Um homem que acredita ser jornalista, escritor e 'chato'. Decidam vocês qual será a opção escolhida.Formado na Universidade Metodista de São Paulo. No Torcedores desde 2016 ou algo parecido.

Crédito: Foto: Ivan Storti/Santos FC

Diego Pituca tem sido uma das armas do Santos no começo desta temporada, sob o comando de Jesualdo Ferreira. O jogador espera poder corresponder tal confiança com a conquista de títulos e se tornar um dos ídolos do Peixe.

Você conhece o canal do Torcedores no YouTube? Clique e se inscreva!
Siga o Torcedores também no Instagram 

O jogador afirmou que um de seus desejos é de ter seu rosto pintado no muro do CT Rei Pelé, assim como de outros jogadores que se destacaram na história do Peixe. Para isso, quer trazer títulos ao time da Vila Belmiro.

Acompanhe as notícias do seu time pelo Facebook

“Tomara que eu possa ser ídolo aqui no Santos igual ao Renato. Não pretendo sair, estou com a cabeça tranquila aqui. Quero ser ídolo e ter a cara no muro (do CT)”, disse Pituca segundo o Globoesporte.com

Volante de origem, o jogador tem atuado com Jesualdo Ferreira como meia do Peixe. Uma posição a qual Diego Pituca ainda está tentando se adaptar, mas na qual vê muito o que contribuir para a equipe.

“Estou tentando ajudar o Santos. É uma posição na qual me sinto mais confortável para chegar dentro da área. Ano passado eu joguei mais de primeiro volante, mas o Jesualdo conversou comigo e me disse para que eu jogasse mais avançado, para armar mais o time. Estou tentando me adaptar o mais rápido possível. Para mim, não é novidade porque já tinha atuado assim em outros times e também joguei assim na base”, comentou.

LEIA MAIS

Santos renova contrato com jovem promessa que se destacou na Copa São Paulo

Edinho relembra Brasileirão de 1995, diz que perdoou o árbitro da final e lamenta: “Sonhava presentear meu pai com a camisa do jogo”

(Foto: Ivan Storti/Santos FC)